Domingo 09 de Agosto de 2020

Jogos Mediterrâneo – Uma dúzia de medalhas para Portugal

COP-JogosMed2018Com as duas medalhas esta quarta-feira alcançadas, Portugal passou a ter 12 (três de ouro, três de prata e seis de bronze), mantendo-se na nona posição entre os 21 países (dos 26 presentes), o que configura uma participação positiva na estreia dos Jogos do <mediterrâneo, que se desenrolam até domingo na cidade espanhola de Tarragona.

O ciclista Rafael Silva obteve o terceiro lugar na prova de estrada, que concluiu com 3.43.50, conquistando o bronze, tendo os cavaleiros Luís Sabino Gonçalves, Duarte Seabra, António Almeida, Rodrigo Almeida e Hugo Carvalho atingido a primeira posição na competição de equipas mistas no Equestre.

No atletismo, destaque para Evelise Veiga que, ao alcançar 6,61, bateu o recorde nacional de sub-23 e alcançou os mínimos para o europeu absoluto de Berlim (Agosto). A atleta lusa conseguiu este registo com o vento no limite legal de dois metros por segundo.

Entretanto, Francisco Belo foi sétimo na final do peso, com 19,39 metros, enquanto Samuel Barata não foi além do 11.º nos 5000 metros com razoáveis 14.14,93 minutos.

Andreia Crespo qualificou-se para a final dos 400 metros barreiras, com 58,82, com Diogo Antunes (10,68) e José Lopes (10,66) a apurarem-se para a final dos 100 metros.

No judo, destaque para Joana Diogo, que disputou a medalha de bronze com a italiana Francesca Milani, com a qual perdeu.

Dos 233 atletas inicialmente previstos, a missão portuguesa teve cinco baixas, pelo que se fixou em 228, nas 29 modalidades em actividade e entre os 26 países representados.

 

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.