Terça-feira 24 de Novembro de 2020

Luís Jesus reconduzido líder da Associação de Atletismo de Lisboa

Luís Jesus foi reconduzido na liderança da Associação de Atletismo de Lisboa, em assembleia-geral realizada na passada sexta-feira, tendo sido também reeleito, no dia seguinte, como presidente da Associação Nacional de Atletismo Veterano.

DR

DR

A lista liderada pelo antigo atleta internacional português, foi eleita por maioria, sendo que os presidentes dos restantes órgãos sociais são Nuno Anselmo (Mesa da Assembleia Geral), Paulo Moura (Conselho Fiscal), Martin Menezes (Conselho Jurisdicional) e Elisabete Simão (Conselho de Arbitragem).

Um dia depois, sábado, a única lista a sufrágio, liderada também por Luís Jesus, foi eleita por maioria. Para presidentes dos restantes órgãos sociais foram eleitos António Fortunato (Assembleia Geral) e José Piçarra (Conselho Fiscal).

Dias antes, também a Associação de Atletismo do Algarve foi a votos, tendo sido eleita a única lista a apresentar-se a sufrágio, liderada por Francisco Chumbinho para presidente da direcção, enquanto Adelino Canário (Assembleia Geral), Ricardo Fonseca (Conselho Jurisdicional), Maria Filomena Catarino (Conselho Fiscal) e Andreia Martins (Conselho de Arbitragem) são os presidentes dos outros órgãos.

Entretanto, esta sexta-feira (dia 13), a Associação de Atletas de Alta Competição de Atletismo (AAACA), vai a votos, a partir das 15 horas, para eleição dos seus Órgãos Sociais.

A sufrágio apresenta-se apenas uma lista, liderada por Diogo Antunes, candidato a presidente da direcção, a que se propõem ainda Tiago Aperta e Yazaldes Nascimento (vice-presidentes), André Pereira (secretário), Diogo Ferreira (tesoureiro), Hélio Gomes e Filipa Martins (vogais), Jorge Paula e Patrícia Mamona (suplentes). Para a Assembleia Geral, a lista única propõe Rafael Lopes (presidente), Samuel Barata (vice-presidente) e Marcos Chuva (secretário); e para o Conselho Fiscal propõe Ricardo Vale (presidente), Marta Pen (vice-presidente) e Sandra Teixeira (secretário).

A convocatória das eleições prevê o voto presencial (até às 17 horas) e o voto por correspondência (de acordo com o artigo 11 do Regulamento), por correio normal ou registado.

Por outro lado,  os Campeonatos Europeus de Atletismo de 2024 foram atribuídos a Roma (Itália), decisão tomada no decorrer do 160º Encontro do Conselho Europeu de Atletismo, nesta terça-feira, numa reunião que decorreu online.

Após o triunfo da proposta italiana, a candidatura de Katowice-Silésia (Polónia), tem agora oportunidade para apresentar a sua proposta para futuras edições, considerando que era a outra cidade candidata.

Esta será a terceira vez que a Itália sedia o agora bienal Campeonato Europeu de Atletismo, depois da edição inaugural em Turim, em 1934, seguida da organização em Roma, em 1974, quando Pietro Mennea conquistou o título dos 200m para o país anfitrião.

Esta também será a primeira grande competição de atletismo a ser realizada na capital italiana desde o Campeonato Mundial de Atletismo de 1987, competição em que Portugal conquistou o título mundial de maratona feminina, por Rosa Mota, e conheceu o vice-campeão de 5000 metros, Domingos Castro.

O Campeonato Europeu de Atletismo de 2024 terá lugar no famoso Stadio Olimpico, que acolheu os Europeus de 1974 e os Mundiais 1987, bem como os Jogos Olímpicos de 1960. Renovado em 1990, o Stadio Olimpico, que actualmente recebe um meeting da Liga Diamante, acomoda até 70.000 espectadores.

 

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.