Sábado 24 de Setembro de 4783

Miguel Monteiro conquistou bronze para Portugal nos Jogos Paralímpicos Tóquio2020

CPP-JogosToquio-MiguelMonteiro-29-08-2021

CPP/ Carlos Alberto Matos

Miguel Monteiro foi o herói deste domingo nos Jogos Paralímpicos Tóquio2020 ao conquistar a primeira medalha (bronze) para Portugal, depois de se classificar em terceiro lugar no lançamento do peso, na categoria de F40.

Tendo-se apresentado como recordista e líder do ranking mundial, Monteiro não conseguiu colocar em “jogo” essa mais-valia nem “assustar” os adversários mais directos que, em dia sim, ultrapassaram o atleta português.

Monteiro (jovem com 20 anos de idade), que tinha 11,01, viu o atleta do Comité Paralímpico da Rússia, Denis Gnezdilov chegar aos 11,76 (novo recorde mundial), sendo ainda ultrapassado pelo iraquiano Gorah Tnaiash, que chegou aos 11,15, obtendo a medalha de prata.

Ainda assim, apesar do desgosto, Monteiro portou-se muito bem, com fair play e desportivismo, e a medalha de bronze (com 10,76) é um troféu inteiramente merecido.

No final e ao site do Comité Paralímpico de Portugal, Miguel Monteiro salientou que “estou satisfeito com o resultado, porque é uma grande honra ser medalhado paralímpico num palco onde só chegam os melhores dos melhores”, tendo referido ainda que “vou continuar a trabalhar para conseguir ainda melhores marcas e novos recordes pessoais”.

Esta medalha é a 93ª alcançada em Jogos Paralímpicos por parte dos desportistas portugueses, sendo a 54ª na modalidade de atletismo. Tal como nos Olímpicos, nos Paralímpicos o Atletismo também é rei!

Boccia soma mais três vitórias na fase de grupos de individuais

Neste quinto dia dos Jogos Paralímpicos, do Centro de Ginástica Ariake também vieram boas notícias pelas prestações dos atletas de Boccia na fase de grupos da vertente individual.

José Carlos Macedo protagonizou o momento mais espectacular ao vencer na última bola de jogo o coreano Hansoo Kim por 4-3 e somou a segunda vitória em duas partidas na competição da classe BC3. Cristina Gonçalves, em BC2, manteve também o registo invicto com o triunfo por 8-3 sobre Diana Tsyplina do Comité Paralímpico Russo, enquanto André Ramos alcançou a sua primeira vitória paralímpica ao bater em BC1 o eslovaco Tomas Kral por 11-0.

Ainda no Boccia, Carla Oliveira foi derrotada pela chinesa Yuansen Zheng por 10-2 na classe BC4; Nelson Fernandes cedeu perante o grego Nadav Levi por 5-2 em BC2; Abílio Valente em BC2 não conseguiu levar a melhor sobre Rastislav Kurilak com o resultado de 7-2; Avelino Andrade perdeu frente ao japonês Kazuki Takahashi, em BC3, por 9-0 e Ana Sofia Costa, também em BC3, teve resultado idêntico frente ao grego Grigorios Plychronidis.

Portugal soma até ao momento uma medalha de bronze, seis diplomas e cinco recordes nacionais nestes Jogos Paralímpicos Tóquio 2020.

© 4783 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.