Terça-feira 19 de Outubro de 2021

Norberto Mourão com bronze no Mundial de Canoagem em Copenhaga

CPP-JogosToquio-NorbertoMourão-02-09-2021

arquivo

Norberto Mourão, o paracanoísta que nos Jogos Paralímpicos de Tóquio2020 conquistou a medalha de bronze, voltou a receber outra medalha de bronze no Mundial de Velocidade, qwue está a decorrer na cidade dinamarquesa de Copenhaga.

Com o tempo de 56,02 na prova de VL2 200 metros, Mourão alcançou o terceiro lugar, tendo ficado a a cerca de dois segundos do novo campeão mundial, o brasileiro Fernando Paulo, cronometrado com 53,95s.

Mourão alcançou também mais três finais A que, neste segundo dia da competição, subiram para sete.

Ao site da Federação Portuguesa de Canoagem, o medalhado europeu paralímpico e, agora mundial, na mesma época, salientou que “esta medalha é um enorme orgulho, é o finalizar de uma época em grande, em que conseguimos conquistar medalhas em todas as provas internacionais. Digo, conseguimos, porque é o trabalho de toda uma equipa. Temos estado todos sempre muito empenhados. Acabei completamente no limite e não havia mais nada para dar. O 3º lugar é uma enorme alegria. Agora que venha o descanso, para depois, com calma, começarmos a pensar em Paris”.

Teresa Portela, em K1 200 metros e em K1 500 metros, e Kevin Santos, em K1 200 metros, vão disputar a regata das medalhas.

Com chuva persistente, a olímpica Teresa Portela alcançou duas, algo que não conseguia desde 2017. Nas semifinais, que asseguravam o êxito das três mais fortes, Teresa foi 1ª classificada em K1 200 metros, com o tempo de 41.05 segundos, e garantiu o 2.º lugar na prova de K1 500 metros, com o registo de 1.53,79 minutos. A canoísta assegurou ainda o 3º posto na terceira eliminatória de K1 500 metros, com a marca de 2.01,34 minutos.

Kevin Santos alcançou a presença na final na prova de K1 200 metros, garantindo a derradeira vaga para a regata decisiva, com o 3º posto na segunda semifinal. O atleta luso, que ficou muito perto do apuramento para Tóquio 2020, registou 36,37 segundos. Para atingir a semifinal, Kevin Santos foi 3º classificado na primeira eliminatória, com o tempo de 37.96 segundos.

O renovado K4 500 metros, com João Ribeiro, Messias Baptista, Kevin Santos e Ruben Boas, ficou perto de atingir a final, porquanto terminou no 5º lugar, com 1.24,44 minutos, a somente 22 centésimos de segundo do 3º posto, que daria a final A. Face a isso, o quarteto português vai disputar a regata de consolação (final B), entre o 10º e 18º lugar.

Francisca Laia e Maria Rei, que não conseguiram atingir a final A do K2 500 metros, ficando no 7º lugar da primeira semifinal, com o tempo de 1.49,56 minutos, que lhes garantiu o direito de disputar a final B.

Ainda na manhã de sexta-feira, João Ribeiro, vice-campeão da Europa, apurou-se para a semifinal da prova de K1 500 metros, com o 2º lugar na terceira eliminatória, fruto do tempo 1.43.18 minutos. O canoísta Hélder Silva precisava classificar-se até ao 3.º posto, mas o atleta, que foi olímpico no Rio 2016, tendo sido 7º classificado na prova de C1 500 metros, com 1.57,01 minutos, e avançou para a semifinal.

© 2021 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.