Terça-feira 19 de Outubro de 2021

Portugal na final do Mundial de Futsal pela primeira vez na história nacional

FPF-MundialFutsal-Meias---30-09-2021

FPF

Ao derrotar, esta quinta-feira, a congénere do Cazaquistão, a selecção nacional apurou-se para a final do Mundial de Futsal, em jogo que decorreu na cidade de Kaunas (Lituânia), depois de ter marcado mais grandes penalidades do que o adversário.

Depois de um empate (1-2) no final do tempo regulamentar, seguiu-se o prolongamento (que terminou 2-2), o que levou o resultado a decidir-se na marcação de grandes penalidades (4-3), num jogo repleto de emoções, garra e também de felicidade.

Bebé foi o primeiro guarda-redes a intervir na partida à entrada do segundo minuto, mas instantes depois foi a vez de Ricardinho testar a atenção de Higuita. André Coelho, na cobrança de um livre, também testou a atenção do guardião eleito por cinco vezes o melhor guarda-redes do Mundo.

Aos três minutos, Orazov meteu a bola na baliza lusa, mas no “challenge” pedido por Portugal a equipa de arbitragem viu que a bola tinha saído pela linha lateral. Taynan, aos 6’, rematou ao lado, e Zicky respondeu aos sete com novo remate à baliza de Higuita. Aos nove minutos, uma combinação entre Zicky e Pany levou muito perigo para a baliza cazaque, mas Higuita defendeu e voltou a evitar o golo de Afonso instantes depois.

FPF-MundialFutsal-Meias--30-09-2021

FPF

Os cazaques responderam com um remate perigo de Tokayev. Portugal assumia as despesas do ataque e aos 11 minutos surgiu de novo Higuita a defender os remates de André Coelho, Miguel Ângelo para, no minuto seguinte, os de Erick e Afonso. Taynan, aos 14’, voltou a rematar, mas Bebé opôs-se. Ao 16’ Bruno Coelho rematou ao lado e aos 17’ foi a vez de Pany. Nova resposta dos cazaques mas o intervalo chegou com um nulo.

No segundo tempo, Portugal começou a criar perigo por Pany no segundo minuto da segunda parte e o ala acabaria mesmo por abrir o marcador no minuto seguinte, apontando o seu sexto tento na competição. Zicky, aos 26 minutos viu Higuita negar-lhe o golo, tendo acontecido o mesmo a João Matos no minuto seguinte.

Ao minuto 28, Higuita obrigou Bebé a efectuar uma boa defesa e de seguida acertou no poste. Aos 33 minutos Bebe, com uma grande defesa evitou o golo a Taynan. Aos 35 minutos, Erick esteve perto de ampliar a vantagem.

Depois de um jogo pleno de raça e emoção, o Cazaquistão acabou por empatar a 45 segundos do final da partida. Após um remate cruzado a bola desviou na defensiva portuguesa e já em cima da linha de golo, o guarda-redes avançado Nurgozhin acabou por confirmar o empate no tempo regulamentar.

FPF-MundialFutsalFGomes-30-09-2021

FPF

Na primeira parte do prolongamento, Douglas Jr., na marcação de um livre directo deu vantagem aos cazaques mas, fazendo da alma e da vontade as suas maiores armas, num jogo impróprio para cardíacos, Bruno Coelho, aos 48´na sequência de um grande remate cruzado, deu o empate a Portugal e levou a decisão sobre para a marcação de grandes penalidades.

Com quatro conversões em cinco grandes penalidades e após Vítor Hugo defender a última grande penalidade cazaque (Bebé defendeu a primeira), Tiago Brito garantiu, com uma conversão indefensável, a primeira final de um Campeonato do Mundo de Futsal para Portugal, depois de ter chegado às meias-finais por três vezes.

O Presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes também assistiu a este belo espectáculo proporcionado pela selecção portuguesa, que agora vai defrontar a Argentina (campeã mundial em título), jogo que terá lugar no próximo domingo (dia 3), pelas 18 horas portuguesas.

O Cazaquistão irá disputar o terceiro lugar diante do Brasil, também em Kaunas, a partir das 16h00 (18h00 locais).

Sob a orientação dos árbitros Nikola Jelic (Croácia) e Daniel Rodriguez (Uruguai), Portugal alinhou com Bebé; João Matos, Bruno Coelho, Ricardinho – Cap. e Fábio Cecílio, tendo jogado ainda André Coelho,Pany, Tiago Brito, Zicky, Afonso, Miguel Ângelo e Erick.

Treinador: Jorge Braz.

Golos: Pany (23′) e Bruno Coelho (48´)

 

© 2021 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.