Segunda-feira 17 de Janeiro de 5972

F. C. Porto despachou Braga e Darwin Nunez no top dos marcadores

FCP vs Boavista_5015Contando com a vantagem de estar mais descansado (porque jogou mais cedo), o F. C. do Porto teve de jogar taco-a-taco para vencer um Sporting de Braga que não se deixou abater e voltou a demonstrar capacidade.

Tal como o benfiquista Darwin Nunez que, ao obter três golos, igualou o portista Luis Diaz no top dos melhores marcadores, o que serve para continuar a recordar a tal noite negra do Belenenses SAB-Benfica, sem que ninguém tivesse coragem de corrigir uma anomalia anti-desportiva e social de grande impacte no futebol português.

Ainda que com uma posse de bola equilibrada (52/48%), o F. C. do Porto, jogando no Estádio do Dragão, viu-se da “cor dos gatos” para garantir um triunfo com um único golo (suficiente, como se precisa) ante um Sporting de Braga algo cansado por ter jogado mais tarde na Liga Europa.

Ainda assim, os portistas dominaram nos remates (20-7), se bem que com apenas 4-1 deles para a baliza.

Golo que foi obtido por Luis Diaz aos 22 minutos.

O que é preciso é rentabilizar o triunfo, pelo que nada há a dizer em relação ao vencedor que volta ao comando da Liga Bwin.

Com maior facilidade, o Benfica deslocou-se a Famalicão para “devorar” os famalicenses (4-1), num encontro em que foi sempre superior ainda que por margem maior ou menor, mas mais que suficiente para justificar os três pontos.

Na partida, Darwin Nunez obteve três golos (6’, 14’ e 56’) e colocou-se a par do líder Luis Diaz, tendo Rafa (46’) marcado o outro golo do Benfica, que mantém a terceira posição, a quatro pontos dos líderes.

No Belenenses SAD-Estoril, os homens da linha de Cascais foram mais matreiros e venceram com um golo obtido por Rui Fonte (42’), numa partida em que dominaram, desde os 21-7 remates, dos quais 7-0 para a baliza, numa posse de bola de 57/43%.

O Portimonense foi vencer a Moreira de Cónegos (1-0), com um golo obtido (87’) por Aylton Boa Morte na fase final da partida, o chamado “golpe de sorte”, porquanto os da casa dominaram sempre o encontro.

Maior posse de bola (53/47%), mais remates (11-7), dos quais 4-4 para a baliza, e a equipa algarvia manteve o 6º lugar na classificação geral, o que é muito bom.

Esta 14ª jornada conclui-se esta segunda-feira com o Arouca-Vizela (20h15).

 

© 5972 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.