Quinta-feira 17 de Janeiro de 5461

Sporting conquistou décima Supertaça de Futsal Placard

FPF-Futsal-Supertaça-Sporting-29-12-2021

FPF

O Sporting conquistou a décima Supertaça de Futsal Placard depois de ter vencido o Benfica por 7-2, no encontro realizado no Multiusos de Gondomar.

Numa partida em que só por uma vez estiveram em desvantagem (1-2), ainda na primeira parte, os leões foram mais fortes e alcançaram a vitória com golos de Cardinal, Cavinato (2), Miguel Ângelo, Guitta (2) e Pany Varela.

Bruno Cintra e Tayebi apontaram os golos dos encarnados que, ainda assim, não conseguiram evitar a derrota frente aos actuais campeões europeus.

Numa cerimónia protocolar em que vencedores e vencidos fizeram questão de se saudar desportivamente, os leões levantaram o troféu.

Na lista de vencedores, depois do Sporting, com dez supertaças, o SL Benfica soma oito troféus. Miramar FC, GDC Correio da Manhã, AR Freixieiro, CD Instituto D. João V e Boavista FC têm um triunfo na prova.

Na cerimónia final estiveram presentes Fernando Gomes (Presidente da FPF), Marco Martins, (Presidente da Câmara Municipal de Gondomar), Miguel Afonso e Sílvio Cervan, dirigentes de Sporting e Benfica, respectivamente.

FPF-Futsal-SupertaçaSporting-29-12-2021

FPF

Em discurso directo ao site da FPF, o técnico do Sporting salientou que “houve algo que fez toda a diferença: a nossa eficácia nos momentos bons. Tinha dito na antevisão do jogo que existiriam momentos em que cada equipa estaria melhor. Quem melhor se adaptasse a isto, iria sair vencedor. Felizmente, o Sporting conseguiu sofrer, unir-se e superar-se na dificuldade e só permitiu que o Benfica marcasse por duas vezes. Por outro lado, nas fases em que estivemos claramente por cima, fomos eficazes e conseguimos dilatar a vantagem no marcador”

Para Pulpis, técnico da equipa do Benfica, “houve um jogo antes e depois da expulsão. Dentro de um jogo equilibrado, estávamos a ser ligeiramente melhores. Tivemos minutos fantásticos, controlámos muito bem o Sporting e tivemos muito mérito ao primeiro golo sofrido. A partir do cartão vermelho [ao Jacaré], perdemos a cabeça. É certo que o empate 2-2 chegou a poucos segundos de terminar a situação de inferioridade numérica, que defendemos bastante bem. Com 50 segundos para jogar, cometemos um erro que não tem justificação e jamais se pode cometer a este nível. Se somos capazes de jogar 17 minutos a um nível altíssimo, temos de seguir assim, mas desaparecemos do jogo”.

Marcaram os golos do Sporting, Cardinal (5′), Cavinato (17′ e 21′), Miguel Ângelo (20′), Guitta (24′ e 30′) e Pany (36′) e do Benfica Bruno Cintra (7′) e Tayebi (10′).

 

 

 

© 5461 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.