Sábado 21 de Maio de 2022

Portuguesas Inês Henriques e Ana Cabecinha na alta roda do Grande Prémio de Marcha em Rio Maior neste sábado

Atl-GPMarchaRioMaior-06-05-2022Inês Henriques e Ana Cabecinha são as duas principais estrelas portuguesas que participam, este sábado, no tradicional e importante Grande Prémio de Marcha de Rio Maior, que volta a ser a “capital” da Marcha Atlética Mundial.

A “culpa” é da cultura portuguesa de fazer bem, tanto que o evento vai comemorar a 29ª edição da única competição nacional a integrar o World Athletics Race Walking Tour, o mais importante circuito de provas de marcha, com o selo da World Athletics, no regresso de uma prova que ficou suspensa em 2020 e 2021 devido à pandemia.

Uma vez mais as atletas portuguesas concitam as atenções, nomeadamente a “anfitriã” Inês Henriques (Clube de Natação de Rio maior), antiga campeã e ex-recordista mundial de 50 km marcha, e a recordista de Portugal, Ana Cabecinha, campeã nacional e a detentora da melhor marca do ano (1.31.21).

Mas a favorita ao triunfo é a peruana Kimberly Garcia, vencedora dos 20 km de Rio Maior em 2017, que este ano já subiu ao pódio em todas as competições: segunda nos campeonatos sul-americanos, segunda nos 35 km em Dudince e terceira no Mundial de Seleções de marcha, em Muscat. Detentora de um recorde pessoal de 1.28.56, a atleta defrontará as francesas Clemence Beretta (17ª em Muscat), que alcançou um recorde pessoal de 1h32m02s em Podebrady.

Em masculinos, destaque para o brasileiro Caio Bonfim, que venceu em Rio Maior em 2014, e que vem de um triunfo em Podebrady (1.18.54), apenas a sete segundos do seu recorde pessoal. Quarto em 2019, o brasileiro almeja o pódio.

Mas a concorrência é forte e vem da América do Sul: do Equador, através de Brian Pintado, campeão pan-americano, foi quarto em Podebrady (1.19.47) e no Mundial de Seleções de marcha; David Hurtado, medalha de prata no Mundial Sub-20 de 2018, sexto lugar em Rio Maior em 2019; e Andrés Chocho, duas vezes no pódio em Rio Maior; do Peru, por Cesar Rodrigues (1.22.11), campeão sul-americano; e do Brasil, por Matheus Correa, quarto no sul-americano.

Atenções ainda para o espanhol Marc Tur, quarto nos 50 km dos Jogos Olímpicos do ano passado (1.21.36); para o colombiano Manuel Soto, quarto em Rio Maior em 2017; e para os portugueses Rui Coelho, do Benfica (1.26.00.), Paulo Martins (Sporting) e Hélder Santos (Leiria MA), entre outros.

A animação em Rio Maior começa às 15h30 (marcha jovem de promoção – 2 km). As provas principais de 20 km começam às 17h30 (femininos) e 17h42 (masculinos).

Circuito de Meetings em Vagos

O Circuito de Meetings de Portugal continua a promover a competição pelo país, com Vagos a acolher, este sábado, a próxima prova deste calendário. O Meeting Renato Silva realiza-se na Pista de Atletismo Estádio Municipal de Vagos (17h), numa organização da Associação de Atletismo de Aveiro do Município de Aveiro e do GRECAS, com o apoio da Federação Portuguesa de Atletismo.

O encontro destina-se a atletas Juvenis, Juniores, Sub-23 e Seniores, masculinos e femininos e irá incluir as seguintes disciplinas: 100 metros; 100 metros barreiras; 400 metros; 1500 metros; 3000 metros obstáculos; 5000 metros; salto com vara; salto em altura; triplo salto; lançamento do dardo, lançamento do disco e lançamento de martelo.

Para além da vertente competitiva, o evento terá como objetivo homenagear o reconhecido atleta vaguense, Renato Silva que, entre outros, representou o GRECAS e o Benfica e, recorde-se, faleceu a 14 de julho de 2019, no decorrer da 13.ª Maratona BTT LAC – LAACAR, aos 37 anos.

 

© 2022 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.