Terça-feira 25 de Junho de 2024

Taremi com “póquer” no “bailarico” das grandes penalidades garantiu FC Porto na Liga Campeões

20230520_fama_fcp_3010

José Pedro Gonçalves / JDM

Endiabrado, como quase sempre, Taremi foi o homem do jogo, por todos os motivos: marcou quatro golos (póker, o primeiro em Portugal), chegou aos 100 golos, e confirmou o FC Porto na Liga dos Campeões, antes da decisão do Sporting-Benfica neste domingo.

Ainda que tivesse dominado em toda a linha, de acordo com as estatísticas (16-8 em remates, dos quais 8-5 para a baliza, numa posse de bola de 60/40%), o FC Porto não demonstrou grande nota técnica, mas jogou o suficiente para vencer no campo do Famalicão, que não tinha nada a perder.

No Porto, o Sporting de Braga deu-se mal com a deslocação ao campo do Boavista, onde não conseguiu melhor do que um empate (1-1) mas suficiente para manter acesa a luta pelo lugar europeu de segundo nível, debatendo com os leões de Lisboa a primazia até final da competição.

Os bracarenses remataram mais (11-8, se bem que o Boavista foi melhor nos remates para a baliza (3-2) e também na posse de bola (53/47%), mas sem conseguir marcar, a não ser na própria baliza, quando Cannon introduziu a bola na equipa vestida de vermelho, ao tentar enviar a bola (59’) para longe da baliza.

Mantendo-se sempre atenta e necessitando de chegar ao empate ou tentar vencer, o Braga só conseguiu chegar ao 1-1 em tempos de desconto (90+3’), através de um excelente golo (remate feito com o corpo no ar, em jeito de voo deitado) marcado pelo do costume, Yusupha.

Os bracarenses apenas remataram mais (11-8), sendo que 2-3 dos remates foi para o Boavista, que também foi um dos obreiros de uma posse de bola superior (53/47%), que fez deslocar o resultado para um empate (1-1).

Quem se safou melhor foi o Arouca (um golo de Sylla, aos 63´, na transformação de uma grande penalidade), podendo marcar presença na Liga Conferência.

O domínio foi repartido, com o Chaves a superiorizar-se (47/53’) na posse de bola, enquanto os donos da casa fizerem 13-12 remates, dos quais 7-3 para a baliza, como que cumprindo o calendário.

No outro jogo deste sábado, o Santa Clara recebeu e venceu (1-0) o Portimonense, com um golo alcançado por Andrezinho (27’), com os donos da casa a dominarem nos remates (20-4, dos quais 5-0 para a baliza contrária), sendo que os algarvios tiveram mais posse de bola (63/37%).

Neste domingo, encerra-se a 33ª ronda (penúltima), com os jogos Guimarães-Gil Vicente (15h30), Casa Pia-Estoril e Paços Ferreira-Rio Ave (18 horas) e o Sporting-Benfica (20h30).

© 2024 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.