Quarta-feira 17 de Abril de 2024

Kuss foi terceiro na etapa de ontem na Vuelta2023 e a vantagem na liderança ficou mais curta

Vuelta-13-09-2023

La Vuelta 2023

Numa etapa (17ª) com mais três contagens de montanha de 1ª categoria e Especial nos últimos metros, o dinamarquês Jonas Vingegaard voltou a vencer e ficou apenas a 8 segundos do líder, o norte-americano Sepp Kuss, numa Vuelta 2023 que esta quinta-feira tem uma 18ª etapa dura!

Enquanto isso, João Almeida esteve em bom plano e, ainda que tenha perdido mais tempo para o grupo da frente, subiu ao 9º lugar na classificação geral.

Ao longo das três montanhas, o ritmo e os respetivos autores foram impostos pelas circunstâncias de que se está a caminhar, rapidamente, para o fim, com os mais cotados a quererem ainda subir mais, relativamente aos lugares que ocupam, até porque o cansaço nota-se a olho nu, restando saber como vão gerir as últimas pedaladas.

Nest quarta-feira, esta visão foi amplamente confirmada, com os ciclistas a chegarem ao final quase todos separados por tempos e ou por grupos, que ajudam a compreender quem é que está melhor.

Ombro a ombro, o esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma) conseguiu ser mais forte que o seu companheiro de equipa, Jonas Vingegaard, que ficou com o esmo tempo (3h15m56s), deixando na terceira posição o ainda líder Sepp Kuss (também da Jumbo-Visma), que ficou a 19 segundos (tal como Mikel Landa, Bahrein) e que tinha pensado que ficaria sem a camisola amarela. Errou pouco!

Nesta ligação entre Ribadedella/Ribeseya e o Alto de L’Angliru – a 1.558 metros de altitude – João Almeida (Emirates) foi 6º (ficou a 58 segundos) e subiu ao 9º da geral, ainda que a 9m26s do primeiro.

Dos outros portugueses, Nelson Oliveira (Movistar) ficou em 37º, a 15m14s; Rui Costa (Intermarché) foi 57º, a 18m45s; André Carvalho (Cofidis) completou no 91º lugar (a 21m58s) e Rui Oliveira (Emirates) foi 144º, a 26m06s, tendo completado 149 ciclistas.

Como se referiu, o norte-americano Sepp Kuss (Jumbo), manteve-se na cabeça do pelotão geral, agora com 60h34m21s, seguindo-se Jonas Vingegaard (Jumbo), a 8s; Primoz Roglic (Jumbo), a 1m08s; Juan Ayuso (Emirates), a 4m00s; e Mikel Landa (Bahrein), a 4m16s.

João Almeida (Emirates) subiu ao 9º lugar (a 9m26s); Rui Costa (Intermarché) desceu ao 44º lugar, a 1h50m40s; Nelson Oliveira (Movistar) manteve o 48º posto, a 1h54m55s); André Carvalho (Cofidis) subiu ao 139º lugar, a 3h33m38s; e Rui Oliveira (Emirates) desceu ao 149º e último lugar, a 3h50m37s.

Kaden Groves (Alpecin) comanda os Pontos; Remco Evenepoel (Soudal) na Montanha; Juan Ayuso (Emirates) lidera a Juventude e a Jumbo-Visma segue na frente da classificação coletiva, com mais de 24 minutos de vantagem sobre a Emirates.

Esta quinta-feira disputa-se a 18ª etapa, entre Polo de Allande e La Cruz de Linares, 179 km, com cinco contagens de montanha, a mais alta a chegar aos 1.347 metros, sensivelmente a meio, para se concluir com uma chegada a 845 metros.

Muito trabalho para este dia, que pode modificar significativamente a classificação geral como, também, os líderes de alguns dos prémios especiais.

© 2024 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.