Quarta-feira 23 de Maio de 7736

Nelson Oliveira o melhor português no europeu de fundo em ciclismo

Ciclismo-Europeu-25-09-2023

FPCiclismo

Nelson Oliveira consagrou-se como o ciclista português melhor classificado (18º) no Campeonato da Europa de Ciclismo, competição que teve lugar nos Países Baixos, com o triunfo a sorrir ao francês Christophe Laporte.

Pelas vicissitudes que surgiram ao longo dos 199,8 km, Nelson Oliveira foi figura proeminente no desempenho de grande qualidade e profissionalismo ao serviço da Seleção Nacional.

Os 199,8 quilómetros, com início em Assen e final com seis votas ao circuito do Col du Vam, foram sempre disputados a alta velocidade – média final de 46,857 km/h.

Uma fuga de cinco corredores marcou o compasso durante grande parte da prova, obrigando as seleções da Bélgica e da Dinamarca a trabalhar no pelotão para não deixar a margem ir além dos dois minutos.

Na entrada para o circuito a diferença era inferior a meio minuto e a fuga ficaria reduzida a três elementos, que apenas seriam alcançados a cerca de 30 quilómetros – pouco mais de duas voltas – do final. Nesta fase o trabalho dos corredores portugueses foi bem-sucedido, mantendo-se no pelotão, sempre com Nelson Oliveira e Ivo Oliveira bem colocados, mesmo com um furo do gaiense a atrapalhar os planos.

Na antepenúltima passagem pela meta, no planalto após o topo que sucedia à linha de meta, uma aceleração de Filippo Ganna deixou o pelotão em pedaços e um grupo reduzido na dianteira. Esse grupo ficaria ainda mais pequeno quando o italiano caiu juntamente com alguns corredores.

Dez ciclistas formaram a cabeça de corrida, perseguidos por um grupo com cerca de 20 elementos onde estavam Nelson Oliveira, sempre muito ativo na perseguição, e Ivo Oliveira.

A situação manteve-se assim até faltarem dez quilómetros para a chegada, altura em que Christophe Laporte atacou para entrar isolado na última passagem pelo Col du Vam, onde o belga Arnaud de Lie acelerou com o compatriota Wout van Aert e com o neerlandês Olav Kooij na roda.

Na última rampa antes da meta, Laporte foi alcançado, mas ainda logrou o título europeu. Wout van Aert e Olav Kooij chegaram imediatamente a seguir, formando mais um pódio totalmente composto por homens da Jumbo-Visma, equipa que esta época tem dominado por todo o lado.

Sempre batalhador, Nelson Oliveira deu o máximo até à meta para terminar e ficou a 49 segundos do vencedor.

Ivo Oliveira terminou no 34º lugar, a 3m25s, lamentando as energias gastas para chegar ao pelotão e recolocar-se no grupo após o furo na roda da frente, e André Carvalho chegou na 57ª posição, a 6m24s, e João Matias foi 85º, a 8m31s. Iúri Leitão não terminou..

 

© 7736 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.