Terça-feira 25 de Junho de 2024

Regresso ao Jamor com derrota

A Seleção Nacional perdeu, este sábado, frente à equipa da Croácia (1-2), no segundo encontro de preparação antes do Campeonato da Europa da Alemanha.

20240608_port_croacia_102

Fernando Correia / Jogada do Mês

Dez anos depois, Portugal regressou ao Jamor, com o Estádio Nacional lotado com as cores nacionais. O cenário estava completo, com o anfiteatro do emblemático recinto do futebol português lotado de adeptos que queriam apoiar os seus heróis.

No entanto, foram os croatas a marcar primeiro, com o experiente Luka Modric (8’) a converter uma grande penalidade.

Os comandados de Roberto Martínez não baixaram os braços, elevaram o ritmo de jogo, sem nunca chegar a introduzir o esférico na baliza defendida por Dominik Livakovis, levando o marcador a 0-1 para o descanso.

No recomeço, o selecionador nacional lançou na partida Nélson Semedo, Rafael Leão, Diogo Jota e João Cancelo, com as mexidas de Martínez a terem logo resultados no jogo lusitano. Aos 48 minutos, tudo parecia simples, quando Bernardo Silva abriu na direita para Nélson Semedo que desceu até à linha de fundo e cruza para Diogo Jota que só teve de encostar para o delírio dos milhares de adeptos presentes nas bancadas.

A vantagem não durou muito e aos 56 minutos, Perisic cruzou para Pasalic rematar à trave e, na recarga, Budimir atira, de cabeça, para o fundo das redes de Diogo Costa.

20240608_port_croacia_104

Fernando Correia / Jogada do Mês

A Equipa das Quinas termina a sua fase de preparação no dia 11 deste mês, em Aveiro, frente à Irlanda.

Recorde-se que o conjunto nacional está inserido no Grupo F, no Euro 2024, com as congéneres da Chéquia (jogo a 18 de junho), Turquia (22 de junho) e Geórgia (26 de junho).

FPF-SelecionadorMartinez-08-06-2024

FPF

Em declarações ao site da FPF, Roberto Martinez referiu que “o que falhou foi o resultado. Queremos ganhar e isso é importante, mas é o único ponto negativo. Gostei muito da atitude da equipa. Foi um jogo em que pedi uma exigência tática muito alta, queríamos ganhar a bola rapidamente contra uma equipa que, tecnicamente, é superlativa. A Croácia foi melhor do que nós nos primeiros 25 minutos, mas depois foi um jogo muito equilibrado e, em alguns períodos na 2ª parte, fomos melhores. Tivemos muitas notas positivas. Trabalhámos muito bem, nunca perdemos o foco do que precisamos de fazer, vimos 16 jogadores em campo, um desempenho muito bom do Diogo Costa e, para mim, foi um jogo de preparação perfeito para preparar o torneio.”

Acrescentou que “queremos manter a baliza a zero, sem dúvida, mas o foco é ganhar. Hoje, o penálti acho que não é penálti, mas a Croácia também teve outros remates onde o Diogo Costa esteve muito bem. Tem a ver com a maneira como a equipa está estruturada defensivamente para depois criar perigo na frente. Sofremos porque trocámos muitos jogadores, a linha defensiva não teve a consistência [necessária] e temos de trabalhar nisso. Gostei de ações defensivas específicas durante o jogo e agora é preciso afinar para melhorar. Mas não é uma preocupação, é mais um ponto a trabalhar.”

Depois de justificar o duplo ponto negativo (derrota e mais dois golos sofridos), Roberto Martinez concluiu por “agradecer o apoio, o ambiente no Jamor foi fantástico, é um estádio mítico. Queremos ganhar para os nossos adeptos, para os portugueses, mas acho que hoje a derrota leva muitas notas positivas para a preparação. Precisamos de acreditar juntos, de estar juntos e vamos dar tudo o que temos, que é muito.”

© 2024 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.