Segunda-feira 22 de Julho de 2024

Portugal renovou o título de campeão europeu de atletismo (VIRTUS)

Atl-EuropeuVIRTUS-15-06-2024

FPAtletismo

Com 115 pontos, Portugal sagrou-se tricampeão da Europa VIRTUS, em masculinos, à frente de Espanha (106 pontos) e da Ucrânia (96 pontos), na competição que decorreu na Suécia.

Sandro Baessa foi considerado o melhor atleta em competição, ao conquistar três medalhas de ouro e uma de bronze. No total, Portugal arrecadou 15 medalhas, 7 de ouro, 5 de prata e 3 de bronze.

Na jornada deste sábado, as medalhas de ouro foram para Cristiano Pereira, nos 5000 metros, com a marca de 14m48s06′, recorde dos campeonatos; Sandro Baessa nos 400 metros barreiras (1m00s06′) e nos 800 metros (1m56s11′); e para Igor Oliveira, nos 200 metros, com o tempo de 22s84′.

Em 4º lugar classificaram-se Ana Filipe, no salto em comprimento e no salto em altura; e a estafeta de 4×400 metros composta por Igor Oliveira, Cristiano Silva Pereira, Sandro Baessa e Cristiano Pereira.

Lenine Cunha classificou-se em 5º lugar no salto em altura; Inês Fernandes em 6º no lançamento do peso; e Paulo Benavente em 10º lugar, nos 5000 metros.

Lenine Cunha, capitão de equipa, fez o balanço desta participação, manifestando o seu “contentamento e felicidade pelo resultado alcançado pelo coletivo, que renovou o título em masculinos, e pela superação individual protagonizada por muitos dos atletas, que bateram os seus recordes”.

No entanto, Lenine Cunha confessou que sai destes campeonatos “com um sabor agridoce”, pois se, por um lado, está muito “contente pelos resultados do coletivo e dos colegas”, viu as suas expetativas de luta por quatro medalhas individuais goradas logo no primeiro dia, já que se lesionou, conseguindo ainda assim uma das medalhas planeadas (a de bronze, no triplo-salto). O atleta destacou ainda “o espírito de equipa que se viveu e o apoio” que sentiu por parte de todos os colegas.

Atl-CampeãoSub16-15-06-2024

FPAtletismo / Marcelino Almeida

Sporting sagrou-se campeão nacional de sub-16

Na que foi a primeira edição dos Campeonatos Nacionais Sub-16, o Sporting Clube de Portugal impôs-se à Juventude Vidigalense (2º) e ao Benfica (3º), levando este primeiro título para os leões, numa competição que se realizou neste sábado em Viseu.

Numa organização conjunta da Federação Portuguesa de Atletismo, com a Associação de Atletismo de Viseu e o Município de Viseu foi possível levar a cabo mais uma oportunidade competitiva para os escalões jovens, os sub-16, com 91 clubes a marcarem presença no Estádio do Fontelo, em Viseu.

Individualmente, de referir que a maior parte dos campeões nacionais bateram os seus recordes pessoais, com alguns a inscrever o seu nome na história dos melhores de sempre.

Destaque para a marca alcançada por Carolina Ventura, do Sporting, vencedora dos 80 metros femininos, que cumpriu a distância em 9s74’, melhor marca nacional de sempre. Nos 80 metros barreiras, Anamar Jorge, da Juventude Ilha Verde, conseguiu nas eliminatórias a melhor marca nacional de sempre na distância, de 11s60’, marca essa que na final foi superada por Sara Ferreira, do Vitória de Setúbal, fixando-a a em 11s41’. Sara Ferreira venceu também o salto em comprimento, com a marca de 5,55 metros. Nos 300 metros barreiras, Catarina Évora Pinto, da Escola do Movimento, venceu em 46s33’, subindo a 8ª melhor de sempre.

No lançamento do peso, o atleta do Benfica, Emerson Pereira, venceu com a marca de 14,52 metros. No salto em altura, Samuel Amaro, do CAOH, venceu com 1,85 metros, bem distanciado dos restantes concorrentes. Nos 300 metros barreiras, vitória de Mateus Jesus, do CSM, que ao cumprir a distância em 40s69’ subiu à quinta posição no ranking dos melhores de sempre do escalão. Nos 80 metros, Tiago dos Santos, do Benfica, venceu com 9s15’, que o coloca na terceira posição do ranking dos melhores de sempre.

© 2024 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.