Quarta-feira 28 de Outubro de 2020

Diogo Ferreira em evidência no meeting de Faro

pistaatletismoDiogo Ferreira (Benfica), ao saltar 5,50 no salto com vara, foi o atleta com mais evidência no segundo torneio do circuito de meetings coordenados pela Federação Portuguesa de Atletismo, que teve lugar em Faro.

Destacaram-se ainda as actuações do recordista nacional do peso, Tsanko Arnaudov, também do Benfica, com 19,41 no peso.

Miguel Marques (Sporting), venceu os 5.000 metros (14.34,42) e André Costa (Benfica) ganhou os 100 metros (10,57).

No feminino, destaque para os triunfos da sportinguista Cátia Azevedo (2.06,11 nos 800 metros), com Salomé Afonso a somar 2.06,99, enquanto Lorene Bazolo (Sporting) venceu o hectómetro (11,85).

Entretanto Mariana Machado (filha da antiga campeã europeia Albertina Machado) venceu os 1.500 metros numa prova disputada em Orense (Espanha) com o tempo de 4.25,88.

Quanto ao circuito de meetings (que reúne este ano uma dezena de torneios), Tsanko Arnaudov e Lorene Bazolo seguiam no comando após o primeiro encontro, em Lisboa, pelo que deverão manter a liderança nesta área.

O terceiro (e seguintes) encontros, vão ter lugar de acordo com o programa que se apresenta:

20 de Maio – V Meeting Fernando Alves; 3 de Junho – Meeting Abrantes’2017; 10 e 11 Junho – Campeonato de Portugal; 15 de Junho – Meeting Internacional de Santo António (Lisboa); 17 de Junho – II Benfica Athletics Meeting’2017 Lisboa); 7 de Julho – 18º Meeting Internacional de Atletismo da Guarda; 8 de Julho – Meeting de Atletismo da Maia Cidade do Desporto; 29 e 30 de Julho – Meeting Internacional de Lançamentos de Leiria.

Entretanto realizou-se a 17ª Taça Pan-americana em Marcha Atlética, que teve lugar na cidade de Lima (Perú) este domingo e em que os vencedores foram o colombiano Eider Arévalo (1.21.01) e a mexicana Maria Guadalupe (1.28.09).

Havia grande expectativa sobre a presença da equipa do Brasil, mas depressa foi entendido que quer Caio Bonfim quer Liliana Priscila Barbosa, as duas melhores figuras brasileiras nesta disciplina em termos mundiais, mas a verdade é que nem um nem outro conseguiram os seus intentos, porquanto ficaram bem longe do pódio.

Caio obteve o 30º lugar (1.31.47 para um recorde pessoal de 1.19.42), e Liliane foi 26ª com 1.39.33, que passou a ser a melhor marca pessoal da atleta do país irmão.

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.