Quarta-feira 28 de Outubro de 2020

Seis dezenas na procura de medalhas na Universíada’2017

Apresentacao Missao Portuguesa TAIPEICinco cidades de Taipé, dotadas com setenta e dois recintos desportivos, vão receber a 29ª Universíada de Verão, que terá lugar entre 19 e 30 de Agosto próximo, com Portugal a apresentar uma equipa composta por 65 atletas (ver foto) de doze modalidades.

Numa organização que se prevê reunir cerca de nove mil atletas, representando 190 países, no que é o maior evento multidesportivo mundial, os atletas lusos vão tentar aumentar o número de medalhas alcançadas desde que se iniciou a participação, onde ainda são expoentes máximos atletas como Rui Bragança, Filipa Martins e Joana Cunha, que voltam a esta competição depois dos êxitos alcançados em 2015.

Entre as modalidades obrigatórias e as seleccionadas para este ano, Portugal apresenta-se em Atletismo, Badminton, Basquetebol, Esgrima, Ginástica Artística, Golfe, Judo, Natação, Taekwondo, Ténis e Voleibol, só não estando presente (obrigatórias) nos saltos para a água, ginástica rítmica e polo aquático.

Na história da presença portuguesa ao longo dos tempos contam-se 32 medalhas conquistadas, onze de ouro, sendo de realçar que a melhor “colheita” se verificou em 2011, quando Portugal alcançou três medalhas de ouro e duas de bronze.

Composta por recordistas nacionais, internacionais e olímpicos, para além de outros no percurso para a alta competição e sendo certo que alguns deles vão estar no mundial no início de Agosto, resta esperar que ainda retenham alguma força (física e anímica) para poderem brilhar neste evento.FADU-Presidente

Daniel Monteiro, presidente da FADU, depois de agradecer a presença de todos, abordou a hipótese de Portugal poder ganhar uma ou outra medalha, salientou o espirito de comunhão da missão, que terá como líder a olímpica Susana Feitor e espera que nada de anormal se passe.

Para Maria João Matos, Directora de Comunicação dos Jogos Santa Casa, “este acordo que acabámos de assinar com a FADU garante a atribuição de prémios (bolsas de educação) aos atletas que conseguirem medalhas e ou resultados de excelência “, parceria que é de assinalar.

Maria João Matos salientou ainda que “esta foi mais uma boa aposta dos Jogos Santa Casa depois do êxito alcançado com os Comité Olímpico e Paralímpico de Portugal” .

FADU-SusanaSusana Feitor abordou, como Chefe de Missão, a responsabilidade que tem sobre os ombros, afirmando que “não vai ser tão difícil como parece, porquanto a equipa trabalhará como um todo”, tendo passado depois à apresentação de cada um dos atletas que integram a representação nacional.

Fechando a cerimónia, João Paulo Rebelo, Secretário de Estado da Juventude e Desporto , valorizou a prática desportiva em conjunto com a carreira académica, reforçando o empenho do governo na valorização do estatuto estudante-atleta, desejando os melhores êxitos para os atletas lusos.

Na cerimónia foram ainda entregues os equipamentos oficiais da delegação, bem como um kit Jogos Santa Casa, com materiais de apoio, como a bandeira nacional, cachecóis e outras utilidades, registando-se a presença do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, na foto geral do grupo.

 

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.