Sábado 21 de Setembro de 2019

Nelson, Patrícia e Susana nas finais do europeu de pista coberta

EAA-2019Nelson Évora, Patrícia Mamona e Susana Costa são os portugueses ainda com hipóteses de chegarem às medalhas e que estarão na última ronda, este domingo, do europeu de pista coberta que decorre em Glasglow (Escócia).

Neste sábado, os velocistas ficaram-se pelas meias-finais, onde “bloquearam” por completo e foram eliminados na penúltima ronda, não chegando às finais.

Ancuim Lopes fez 6,74 na eliminatória e 6,79 na meia-final, que correspondeu ao 20º lugar entre todos os presentes (apresentou-se com 6,72), sendo o primeiro a sair de cena, logo seguido de Carlos Nascimento que, pela mesma ordem, conseguiu 6,72 e 6,71 (6,69 foi o tempo de referência) que correspondeu ao 13º entre todos.

No feminino, Lorene Bazolo fez 7,33 e 7,35 (cartão de apresentação nos 7,30) tendo ficado na 13ª posição sem cumprir o objectivo de estar na final.

Nos 60 metros barreiras, Olímpica Barbosa ficou-se pela primeira eliminatória, com 8,40 (26ª entre 28), ficando longe do “visto” a 8,20 (recorde pessoal na presente época).

Resta, para a última ronda (domingo) a presença dos “triplistas” em prova, com Nélson Évora à cabeça, isto porque reforçou o seu resultado obtido na presente época, melhorando de 16,77 para 16,89 (que garantiu a melhor marca entre todos os participantes), pelo que há expectativas de poder ficar no pódio e, quem sabe, voltar a ser campeão europeu, tal como aconteceu há dois anos.

No feminino, Susana Costa leva vantagem sobre a recordista nacional porquanto melhorou o seu recorde pessoal para 14,28 (tinha 14,13), enquanto Patrícia Mamona se quedou pelos 14,11, algo longe dos 14,44 que é o recorde nacional.

Cada prova é uma prova, o estado de espírito muda quase sempre em função dos objectivos e pode ser que as duas portuguesas possam ficar no pódio. É o que se espera.

© 2019 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.