Terça-feira 20 de Agosto de 2019

Equipa feminina ao mais alto nível na Taça da Europa dos 10.000 metros

European 10000m CupPortugal apresenta-se na Taça da Europa de pista, este sábado, em Londres (G. Bretanha), em grande plano, considerando que a formação lusa é composta por cinco das actuais melhores fundistas portuguesas.Na verdade, com Jéssica Augusto, Dulce Félix, Sara Moreira, Catarina Ribeiro e Carla Salomé Rocha, não há dúvidas que Portugal se apresenta com a melhor imagem, se bem que ainda um pouco “às escuras” quanto aos níveis a que poderão chegar.

Por outro lado, esta é uma grande oportunidade – face ao elevado nível que as africanas naturalizadas (noutros países europeus) apresentam – para tentarem chegar aos mínimos para o mundial deste ano (Doha, em Setembro) e mesmo para os Jogos Olímpicos de Tóquio’2020, cujo prazo se iniciou este ano.

Sara detém a melhor marca pessoal (31.12,93), seguida de Dulce (31.19,03), Jéssica (31.19,15), Carla (32.05,82), enquanto Catarina ainda não apresentou registos.

A equipa fecha com Susana Godinho (33.23,31).

Mo masculino, apenas dois atletas representam Portugal: Daniel Gregório (29.34,69) e António Rocha (29.33,04).

Estarão presentes atletas de 23 países, com 69 homens e 65 mulheres.

Entretanto, Patrícia Mamona (Sporting) obteve, esta sexta-feira, na Liga Diamante (Lausanne, Suíça), o 10º lugar na prova do triplo salto, com sofríveis 13,94 face aos 14,89 da vencedora, a colombiana Caterine Ibarguen.

Segundo as informações disponíveis, o benfiquista Pedro Pablo Pichardo vai participar em dois meetings, na próxima semana, saltando no dia 9 (Hungria) e no dia 12 (Mónaco), para tentar reforçar o registo para o mundial de Doha.

Pichardo é o recordista nacional com 17,95.

 

© 2019 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.