Quarta-feira 29 de Janeiro de 2020

Alexis Santos e Ana Catarina Monteiro 7ºs em finais no europeu de piscina curta

Natação-EuropeuGlasgow-06-12-2019Alexis Santos, nos 200 metros estilos, e Ana Catarina Monteiro, nos 200 metros mariposa, terminaram em 7.º lugar nas respectivas finais no terceiro dia – esta sexta-feira – do Europeu de piscina curta que decorre até domingo em Glasgow.

Alexis Santos terminou em 7.º à frente do britânico Joe Litchfield (8.º com 1.54,25), tendo o pupilo de Carlos Cruchinho superado o seu recorde pessoal com 1.54,25 minutos, melhorando a anterior marca estabelecida em 1.54,71 a 11 de Dezembro de 2018 em Hangzhou. O pódio foi para o grego Andreas Vazaios (1.50,85 recorde da Europa) seguido do norueguês Tomoe Zenimoto (1.51,74) e do alemão Philip Heintz (1.52,55).

Nas eliminatórias o sportinguista assegurou um lugar entre os finalistas ao vencer a 4.ª série com 1.55,00 minutos que lhe deu a 8.º marca entre os finalistas.

O recorde nacional pertence a Diogo Carvalho com 1.53,45 de 4-12-2015, em Netanya.

Natação--EuropeuGlasgow-06-12-2019Ana Catarina Monteiro também tocou na parede em 7.º lugar, nos 200 metros mariposa, com 2.06,95 minutos, à frente da alemã Angelina Koehler (2.08,92). O pódio foi ocupado pela húngara Katinka Hosszu (2.03,21), a italina Ikara Bianchi (2.04,20) e pela húngara Zsuzsanna Jakabos (2.05,00).

De manhã, a portuguesa, treinada por Fábio Pereira, assegurou a presença na final ao ser segunda na 3.ª série com a marca de 2.07,17 minutos, o sexto tempo entre as finalistas. O recorde nacional da nadadora do Fluvial Vilacondense está fixado em 2.05,74 de 2018.

Ainda nos 200 estilos, Diogo Carvalho obteve o 15.º tempo (1.55,46) e José Lopes o 28.º tempo (1.58,91). O recorde nacional pertence a Diogo Carvalho com 1.53,45 desde 4 de Dezembro de 2015, em Netanya.

Ainda hoje, Victoria Kaminskaya venceu a primeira série dos 100 bruços com recorde pessoal (1.08,73 minutos) que lhe deu o 42.º tempo entre as 57 nadadoras inscritas.

Raquel Pereira foi 3.ª na segunda série com 1.09,01 o 43.º tempo entre 57 inscritas. A passagem à meia-final encerrou em 1.06,28. O recorde nacional é de Diana Gomes com 1.07,17 de 2009.

Nos 100 bruços, Francisco Quintas com 59,43 segundos e Alexandre Amorim com 1.01,53 asseguram a 26.ª e 40.ª posição nas eliminatórias.

Nos 50 livres, Miguel Nascimento terminou com 22,11 segundos, 45.º tempo 70 inscritos nas eliminatórias.

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.