Terça-feira 02 de Junho de 2020

Liga NOS acaba em 2021

A partir da época de 2021/2022, o campeonato da Liga de Portugal terá uma nova designação, por força da cessação do contrato que até lá vigorará com a NOS.

Esta é a informação que a própria Liga, através de comunicado divulgado no respectivo site oficial, transmitiu de forma geral, situação que seria de esperar depois das últimas movimentações verificadas nos últimos dias e que assentam, segundo uma grande parte dos interessados, no comportamento “menos próprio” tido por Pedro Proença, o presidente da instituição do futebol profissional em Portugal.

© JCMyro 2018

© JCMyro 2018

E essa conduta refere-se a uma carta que terá remetido quer ao Presidente da República quer ao Ministro da Economia, sem que tivesse contactado com a estrutura directiva da própria Liga ou com a Federação Portuguesa de Futebol, órgão máximo do futebol em Portugal, entidade que, também nestes dias de “pandemia” face ao Covid-19, voltou a dar a cara pela modalidade, soltou mais um “grito do Ipiranga” e levou Fernando Gomes a impor-se para se atenuar os efeitos perniciosos que alguns provocaram sem pensar nas consequências. O que é mau demais para a modalidade e para o país.

Transcreve-se, na íntegra, o comunicado em apreço:

 

“A Liga Portugal foi informada pela NOS da sua intenção em não renovar, no final da próxima época, o contrato de patrocinador principal e naming sponsor da sua principal competição, a Liga NOS, em vigor até final de Junho de 2021.

“A Direcção Executiva da Liga Portugal deixa uma palavra de profunda gratidão à aposta feita pela marca, no período de sete anos, e que se traduziu num crescimento do valor da prova, também alavancado por esta aliança.

“A NOS será o naming sponsor exclusivo mais longo da história da I Liga, com um contrato que se iniciou em 2014 e que termina no final da época 2020-21, depois de uma renovação por mais três anos que aconteceu com enorme agrado de ambas as partes, em 2017, durante o primeiro mandato de Pedro Proença como Presidente da Liga.

“A Liga NOS é, hoje, um produto claramente mais apetecível no mercado comercial, o que acontece fruto do trabalho que tem sido desenvolvido em conjunto pela Liga Portugal e pela NOS.

“É este espírito de cooperação, mas também de valorização, de espectáculo e profissionalismo que nos move nos quase 14 meses de contrato que a Liga Portugal e a NOS têm pela frente. O Futebol Profissional será o grande vencedor de uma parceria que foi somando pontos ao longo dos anos”.

Ainda assim, note-se que a NOS apenas expressou “a intenção em não renovar o contrato” – como está explícito no comunicado – não se referindo expressamente (como seria curial) que o contrato findaria em 2021 e não seria renovado.

Das duas, uma: ou haverá um documento da NOS a “expressar” firmemente a “não renovação” ou, por ventura, a Liga não se deu ao trabalho de tentar reverter a “intenção” da NOS, o que poderia ter um resultado diferente, desde que, com ética e com integridade, se registasse um diálogo pacificador, defendendo acima de tudo o futebol profissional e o país.

“Especulando” um pouco a situação, esta “insustentável leveza do ser” poderá, afinal, ser revertida?

O que poderá estar por detrás da questão, porquanto foi tudo tão fácil, simples demais, sem “lágrimas”, depois que Fernando Gomes voltou, tal imperador, a recolocar o futebol português acima de tudo e de todos, eivado de pergaminhos éticos, de fair play e de responsabilidade ao mais alto nível?

O tempo o dirá. Não agora mas, quiçá numa altura própria. Porque o momento é de pacificação e, especificamente, de que a Liga NOS 2019/2020 se conclua e que há Campeão Nacional!

 

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.