Segunda-feira 26 de Outubro de 2020

Educação Olímpica juntou mais de uma centena de professores em webinar

Os novos desafios que as escolas enfrentam neste ano lectivo (2020/21) foram o mote para o webinar promovido pelo Programa de Educação Olímpica (PEO) do Comité Olímpico de Portugal (COP).

Com mais de uma centena de professores on-line, Rita Nunes, Directora do Departamento de Estudos e Projectos do COP; Joaquim Videira, responsável pelo PEO e Ana Bispo Ramires, Psicóloga da Direcção de Medicina Desportiva do COP, falaram durante cerca de duas horas sobre as novas abordagens que os professores podem utilizar através dos Valores Olímpicos e sobre as várias propostas do PEO para os desafios que as escolas enfrentam.

COP-EducaçãoOlímpicaWebinar-12-10-2020O Seminário começou com a apresentação do PEO para os professores que se juntaram agora ao programa, cujos conteúdos são baseados na frase de Pierre de Coubertin, fundador do Movimento Olímpico: “Unir o desporto, a educação e a cultura”. A organização do Movimento Olímpico internacional e nacional, os símbolos Olímpicos e a história da participação portuguesa nas competições internacionais sob a égide Olímpica foram os temas com que o PEO abriu a sessão.

Para 2020/2021, o PEO também se reinventou e descobriu novas formas de chegar às escolas. Até agora, são mais de 220 estabelecimentos de ensino que já têm acesso aos conteúdos exclusivos do PEO mas ainda podem ser muitos mais.

É que os conteúdos estão mais ágeis e dinâmicos. O objectivo do COP continua a ser o mesmo: levar às escolas a emoção dos Jogos Olímpicos e promover a educação pelos Valores Olímpicos – Respeito, Amizade e Excelência.

Os conteúdos, para as escolas registadas, estão agora à distância de um clique; o portal da Educação Olímpica disponibiliza vários conteúdos focados nos professores e na optimização das suas competências face aos novos desafios.

E foi de competências que Ana Bispo Ramires falou. A psicóloga explicou aos professores como se podem tornar de “alto desempenho”, tal como os atletas Olímpicos. “Todos podem ser um projecto com margem de progressão, assim queiramos ganhar passos no nosso percurso e nas nossas metas pessoais e profissionais”, afirmou.

Este mote pretende elevar os índices de bem-estar pessoal de forma a tornar o professor mais eficiente, mais motivado e com isso tornar-se uma inspiração para os seus grupos de alunos. Tal como nos atletas, tudo se treina. Por isso também os professores podem treinar as suas capacidades de energia fisiológica, cognitiva/psicológica e emocional e com isso tornarem-se mais eficientes nas suas funções profissionais.

 

 

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.