Quarta-feira 09 de Maio de 6581

Nuno Delgado apresentou Lisboa Capital Europeia do Desporto sob o signo de #LisboaInspira

DR

DR

Pela palavra do bronzeado olímpico Nuno Delgado, Chefe de Missão, Portugal ficou a conhecer, esta quarta-feira, as linhas gerais do programa para a Lisboa Capital Europeia do Desporto 2021, sob o mote de #LisboaInspira (campeões para a vida).

 

DR

DR

Isto depois dos presentes terem sido brindados, em primeira mão, com o Hino da Capital Europeia do Desporto, cujos versos e música foram da autoria da cantora Cuca Roseta.

Natural de Lisboa, Nuno sente-se como peixe na água pelo que salientou que a capital do país, em 2020, bateu todos os recordes quanto à prática da actividade física e desporto e também na sustentabilidade, depois de ter sido a Cidade Europeia Verde, onde se centrou nas pessoas para uma Lisboa saudável, com educação, desporto e cultura.

Salientou, desde logo, a realização, no próximo fim-de-semana, do Campeonato da Europa de Judo, no Altice Arena, onde vários judocas portugueses vão tentar reforçar os lugares que ocupam no ranking mundial, de forma a poderem chegar aos “mínimos” para os Jogos Olímpicos, a realizar este ano.

Para o que reforçou que Lisboa inspira para seguir os sonhos, em especial para o judo, visto que é o primeiro evento em Portugal, neste âmbito, em que os atletas podem começar, desde já, a sonhar com o objectivo principal da carreira de cada um, que é chegar aos Jogos Olímpicos.

DR

DR

Os embaixadores são Fernando Santos (seleccionador de futebol), Patrícia Mamona (campeã europeia do triplo), Telma Monteiro (campeã europeia no judo), Manuel Carrajeta (Cardiologista) para área da saúde e bem-estar, Hugo Passos (atleta Surdo e campeão de Lutas Amadores) e ainda Wills, o pintor da cidade e António Guerreiro de Brito (Sustentabilidade).

A marca “LisboaInspira” insere-se na estratégia das metas propostas da União Europeia até 2030, com o aumento da prática da actividade física e desporto por parte de muitos cidadãos ainda “colados” ao sofá (por força da pandemia), sendo outro eixo de acção a protecção dos clubes e colectividades.

Mais eventos pontuáveis para o apuramento olímpico, como a Taça do Mundo de Triatlo e a Première Liga de Karaté, terão lugar em Lisboa, a que se acrescenta a maior aula de judo solidário, todos adaptados ao modelo da pandemia vigente.

Maior enfase para o facto de Lisboa liderar um consórcio com mais três capitais europeias (Génova, Glasgow e Haia) para uma parceria com vista à realização da Capital Europeia do Desporto em 2022, 2023 e 2024, com Lisboa a estar ainda em Paris 2024, nos Jogos Olímpicos.

Eventos de grande porte são ainda a realização de um Congresso do Desporto (com o IPDJ) e uma Gala do Desporto (esta prevista para Dezembro deste ano), para além do “resgate” do Pavilhão Carlos Lopes para a realização da cerimónia de encerramento da Capital Europeia do Desporto 2021, tendo terminado com a apresentação da Mascote, a quem foi dado o nome de “kiko”.

Jean Francesceo Lupatelli, presidente da Associação das Cidades Europeias do Desporto (ACES Europe), agradeceu a Fernando Medina o esforço feito pela Câmara Municipal para que este evento se realizasse este ano, tendo manifestado o reconhecimento da entidade à qual preside.

DR

DR

Tiago Brandão Rodrigues, Ministro da Educação, agradeceu “todo o trabalho que tem sido feito, através dos Embaixadores e dos restantes colaboradores, para que esta Capital Europeia do Desporto seja um evento digno e assinalável, mesmo em condições que não são óptimas, para a capital do país”, tendo assinalado o facto de Nuno Delgado ter sido uma escolha perfeita para Chefe de Missão, tendo desejado bom trabalho.

Referiu ainda que “hoje sou um Ministro da Educação feliz, não só por termos esta Capital Europeia do Desporto em Lisboa mas porque trata de todos os lisboetas de uma forma digna do nome de uma capital do país, confessando que, hoje, até sou também lisboeta”, acrescentando que “estando em Lisboa quero agradecer o empenho que a Câmara Municipal teve na Cidade Europeia Verde, no que vai ter na Capital Europeia do Desporto, pela sua magnitude e pelo desporto inclusivo, geracional, e por ter um leque de infra-estruturas de alto gabarito para a prática do desporto”.

Aproveitou para lançar o que considerou ser “o mais fácil dos meus desafios”, que é “todas e cada uma das escolas estejam envolvidas nas actividades da Capital Europeia do Desporto, até porque, responsável também pelo Desporto, tem responsabilidades acrescidas”.

Conclui por dar nota de que Viana do Castelo será palco da apresentação do novo Erasmus+, documento que também passará pelo Centro Cultural de Belém, no âmbito da presidência portuguesa da União Europeia.

DR

DR

Fernando Medina, por seu lado, agradecendo todo o esforço que tem sido produzido pelos colaboradores empenhados na organização do projecto activo da Capital Europeia do Desporto, começou por salientar que “uma das dádivas que o desporto nos dá é a capacidade de nos superarmos”, frisando que o “desporto convoca-nos sempre à superação, que é intrínseca ao desporto”, acrescentando que “foi a pensar nessa palavra da superação que tivemos a capacidade de imaginar uma Capital Europeia do Desporto em plena pandemia, motivo pelo qual decidimos seguir em frente, para não perdermos os nossos valores”.

Salientou também que, face a esta superação, que levou à criação de um programa ainda assim repleto da actividade possível, Medina considerou que “depois de criarmos e inovarmos algo diferente do que foi previamente estabelecido, sabendo que seremos, formalmente, Capital Europeia do Desporto até final de 2021, mas seremos Lisboa Capital do Desporto ao longo de todo o ano de 2021e, naturalmente, ao longo dos anos seguintes, porquanto Lisboa Capital do Desporto passou a ser o nosso lema”.

“Lisboa Inspira Campeões para a Vida!” é, também, o lema da temática desportiva da Câmara Municipal de Lisboa.

 

© 6581 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.