Domingo 09 de Maio de 4771

Associação dos Jornalistas de Desporto-CNID divulgou posição sobre acontecimentos violentos em Moreira de Cónegos

agressao reporter tvi moreira 26abr

TVI24

De acordo com o comunicado emitido, “a agressão de que foi vítima ontem à noite o nosso colega Francisco Ferreira, repórter de imagem da TVI, no final do jogo Moreirense-F. C. do Porto, é absurda, inaceitável e ignóbil. O CNID condena o ato e pede às forças policiais que tenham mais atenção a casos como este. 

Francisco Ferreira acompanhava a saída do presidente do F. C. do Porto que se dirigiu a um operador de câmara da SportTv de forma algo intimidatória. Foi só isso que motivou a agressão da parte de Pedro Pinho, conhecido empresário de futebol, que atingiu o nosso camarada com empurrões e pontapés, empurrando-o contra o beiral de uma bancada elevada 6 ou 7 metros sobre o campo de treinos, enquanto Francisco Ferreira  procurava defender-se e proteger o valioso material de transmissão que lhe estava confiado.

Uma agressão absurda porque sem justificação; inaceitável porque o profissional estava em serviço e o agressor sabe de ciência segura o que é um jornalista; ignóbil porque teve consequências na saúde do profissional da TVI.

É inaceitável qualquer agressão e muito menos a profissionais que realizam o seu trabalho em público e em nome do público. Este é um caso em que antes de ser presente a um juiz, o agressor deve ser condenado sem ambiguidades na opinião pública, porque os pedidos de desculpas evitam-se. E agredir jornalistas é um crime público.

Francisco Ferreira sabe que pode contar com o CNID – Associação dos Jornalistas de Desporto para o que achar conveniente”.

© 4771 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.