Quarta-feira 17 de Janeiro de 7224

Equipa Portugal com o 13º diploma conquistado por João Vieira nos 50 km Marcha

COP

COP

João Vieira conseguiu, com 45 anos, a sua melhor classificação em Jogos Olímpicos, ao classificar-se em 5º lugar nos 50 km marcha, depois dos 10º, 32º, 11º e 31º lugares conseguidos sempre nos 20 km marcha, em Atenas, Pequim, Londres e Rio. Com este resultado, a Equipa Portugal soma o 13.º diploma em Tóquio 2020 e iguala neste particular os Jogos de Atenas 2004.

Na Canoagem, a embarcação de K4 500 metros apurou-se para as meias-finais e tenta, no sábado chegar à decisão das medalhas.

No atletismo, o atleta português integrou um grupo que esteve na decisão das medalhas, em perseguição ao polaco Dawid Tomala, que tomou a iniciativa de ir para a frente da corrida e acabou por tornar-se campeão olímpico. João Vieira realizou o tempo de 3.51.28 (+1m20s do que Tomala).

Vieira referiu que “fico muito contente com este resultado, um quinto lugar não é qualquer atleta que o consegue e eu vim aqui lutar com todas as minhas forças. Consegui um lugar de finalista, o que é muito bom para a minha carreira desportiva, que já vai longa, podem ser os meus últimos Jogos e assim cumpri o meu dever”.

Ana Cabecinha, por seu lado, nos 20 km marcha, foi 20.ª classificada, a 4.56 da medalha de ouro, a italiana Antonella Palmisano (1:29:12).

Aos 10 km, Ana seguia no 17º lugar, a apenas 5 segundos da líder, mas aos 12 km começou a descolar do grupo da frente e já era 19ª, a 25 segundos. A partir daí, a diferença para as atletas mais rápidas começou a aumentar e, aos 14 km, Ana Cabecinha fixou-se na 20ª posição para não mais a abandonar até ao final

Na Canoagem, a embarcação portuguesa de K4 composta por Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela garantiu um lugar na meia-final da prova de 500 metros ao terminar em 4º lugar os quartos-de-final, com o tempo de 1.24,325.

“O objectivo é entrar na final, obviamente, é aí que vamos dar o nosso melhor”, asseguraram os canoístas da Equipa Portugal no final da prova.

A quadra portuguesa não conseguiu o acesso directo à meia-final na primeira oportunidade do dia, ao ser 5ª classificada com o tempo de 1.25,515 na série nas eliminatórias, o que a obrigou a passar pelos quartos-de-final para confirmar a presença amanhã nas provas decisivas.

 

COP

COP

Carla Salomé Rocha a melhor na maratona

 

A finalizar o dia de sexta-feira, Carla Salomé Rocha conseguiu terminar no 30º lugar na estreia nos Jogos Olímpicos, com o tempo de 2.34.52, numa corrida contra tudo e contra todos, face ao calor que se fez sentir e à humidade ter sido também alta, realçando-se o esforço para completar a prova.

Sara Catarina Ribeiro, que também se estreou em Jogos Olímpicos, conseguiu chegar ao fim na 70ª posição, com o tempo de 2.55.01, enquanto Sara Moreira foi forçada a desistir sensivelmente a meio da prova, porque não conseguiu suportar as condições atmosféricas adversas, sendo a segunda vez que a atleta desistiu neste evento dos Jogos, como aconteceu no Rio de Janeiro há cinco anos.

A vencedora foi queniana Peres Jepchirchir, com 2.27.20, à frente da compatriota Brigite Kosgei, que ficou a 16 segundos e da norte-americana Molly Seidel, 3ª, a 26 segundos, e que conquistaram as respectivas medalhas.

Neste sábado, a Equipa Portugal do K4 500 metros, na canoagem, será a única formação em prova (2h14 da madrugada)

 

COP

COP

K4 500 na Final na Canoagem

 

Pelas 2h14 desta madrugada, a Equipa Portugal do K4 500 metros, na Canoagem, tomou parte nas meias-finais da prova e apurou-se para a final, que decorrerá cerca das 4h19 desta madrugada, com a certeza – se nada de anormal se registar – conquistar para um Diploma (o que seria o 14º), acima dos 12 que faziam parte do plano apresentado há dois anos.

 

Boa sorte #Equipa Portugal

 

© 7224 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.