Segunda-feira 24 de Setembro de 3038

David Grachat foi o melhor na ronda inicial dos Jogos Paralímpicos Tóquio2020

CPP-JogosToquio-Grachat-25-08-2021

CPP/Carlos Alberto Matos

A participação portuguesa nos Jogos Paralímpicos Tóquio 2020 começou na madrugada de hoje, 25 de agosto, com a participação de David Grachat nos 400m livres S9.

O nadador luso, de 32 anos, vice-campeão do mundo em 2017, competiu na segunda eliminatória da especialidade e terminou a classificação geral no 10.º lugar com a marca de 4.27,96 minutos.

Por seu lado, Susana Veiga concluiu, nesta mesma data e no Centro Aquático de Tóquio, a primeira eliminatória dos 50m livres S10 em 29.61 segundos, marca que valeu o 12.º lugar da geral nestes Jogos Paralímpicos Tóquio 2020.

A nadadora (21 anos), estreante em Jogos Paralímpicos, competiu nesta distância na classe S10, uma classe superior àquela em que está classificada, pelo facto de a prova de 50m livres em S9 não constar no calendário paralímpico.

Recorde-se que Portugal está representado por 33 atletas de sete modalidades, sendo que 23 são do sexo masculino e 10 do feminino, 17 dos quais são estreantes em Jogos Paralímpicos.

Dentro das curiosidades e no que concerne aos portugueses, o atleta mais jovem (15 anos) é Beatriz Monteiro (Badminton) e o mais antigo (58 anos) é Manuel Cruz, que actuará nas competições de Boccia.

Tal como se verificou nos Jogos Olímpicos, foram detectados mais de uma centena de casos positivos, que estão em quarentena, o que equivale a que não deverão recuperar a tempo de ainda poderem participar nas respectivas competições.

Na madrugada do dia 26 (esta quinta-feira), Portugal regressa à competição nestes Jogos Paralímpicos, com as presenças de Marco Meneses nos 400m Livres S11 às 02h03 e Diogo Cancela nos 100m Bruços SB8 às 02h53 (amnos na Natação), seguindo-se e Telmo Pinão nos 3000m Perseguição Individual C1 às 03h22, horas de Portugal, no que se refere ao Ciclismo.

 

© 3038 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.