Sexta-feira 17 de Janeiro de 2308

Benfica e Sporting venceram por equipas com triunfos individuais de Samuel Barata e Mariana Machado

Atl-NacionalCortaMato-Mariana-28-11-2021

FP Atletismo

As equipas do Benfica (masculinos) e do Sporting (femininos) venceram, este domingo, a 97ª e 54ª edições dos Campeonatos Nacionais de Corta-Mato, competição que decorreu em Vale de Cambra, numa organização conjunta da Federação Portuguesa de Atletismo e da Associação de Atletismo de Aveiro, com o apoio da Câmara Municipal de Vale de Cambra. 

Nas provas principais registaram-se os triunfos de Samuel Barata (Benfica) e Mariana Machado (Sporting de Braga), num emotivo campeonato, com a incerteza sobre o vencedor, que defendeu bem a sua posição e terminou com o seu primeiro título.

As decisões apenas se encontraram nas últimas voltas, quando Samuel Barata resolveu “sacudir” o grupo e isolar-se. Surpreendentemente, o vencedor no ano passado, Rui Pinto, ficou para trás, com outras surpresas, estas mais positivas, a acontecerem, como a reacção de Miguel Marques (Sporting), terceiro em 2019 e 10.º em Março passado, em Amora (Seixal), a ultrapassar o vice-campeão em título, Rui Teixeira, e a “importunar” Samuel Barata, que ainda teve “gás” para se defender e cruzar a meta em primeiro lugar, com o mesmo tempo do segundo, para obter o título mais “apertado” da história de 110 anos destes Campeonatos.

Rui Teixeira conseguiu subir ao pódio, mas atrás de si confirmaram-se surpresas, como o quarto lugar de Duarte Gomes (Benfica) – campeão sub-23 – à frente do mais credenciado André Pereira, ambos derrotando o último campeão, Rui Pinto, este ano uma das grandes apostas do Sporting para alcançar o título colectivo. Contudo, o Sporting não conseguiu repetir o título obtido em Março passado, no Seixal, sendo superado pelo Benfica que somou menos dois pontos do que os leões.

De acordo com os critérios definidos, Sporting (campeão da época 2020/2021) e Benfica (campeão da presente época de 2021/2022) serão os representantes portugueses na Taça dos Clubes Campeões Europeus que se realizará em Fevereiro no Complexo Desportivo do Jamor.

Para Samuel Barata “este triunfo foi muito bom, num percurso que é muito enganador, parece plano, mas não é, e também é sinuoso. Sei que os adversários estavam bem preparados [estiveram em estágio de altitude, tal com o próprio Barata] e havia ainda a luta colecctiva, que deixa sempre no ar alguma estratégia de desgaste para adversários. A minha ideia era correr na frente e jogar tudo na parte final. Isolei-me, mas no final, com o Miguel (Marques) a aproximar-se tive de ir buscar mais algumas energias para conseguir triunfar”.

Atl-NacionalCortaMato-Samuel-28-11-2021

FP Atletismo

Barata salientou ainda que “foi muito importante para mim vencer este corta-mato, centenário, que já foi ganho por atletas de grande nível internacional, e foi uma forma de expressar a minha gratidão para o meu treinador Pedro Rocha, que infelizmente já não está entre nós, por todo um trabalho de dez anos que aqui mostrou mais um nível de qualidade”, concluiu o atleta em entrevista à RTP 2, que transmitiu as provas principais.

Resultados: 1º Samuel Barata (Benfica) 30 minutos e 12 segundos; 2º Miguel Marques (Sporting) 30.12; 3.º Rui Teixeira (Sporting), 30.18; 4º Duarte Gomes (Benfica) 30.22 (1º Sub23); 5º André Pereira (Benfica) 30.25; 6º Rui Pinto (Sporting) 30.26; 7.º Alexandre Figueiredo (Benfica) 30.27 (S23); 8º Miguel Borges (Sporting) 30.27; 9º Paulo Rosário (Sp. Braga) 30.35; 10.º Fernando Serrão (Sporting) 30.39; 11.º Isaac Nader (Benfica) 30.44 (S23). Por equipas: 1.º Benfica, 17 pontos; 2.º Sporting, 19; 3.º Sporting de Braga, 49.

Na principal prova feminina, a atleta bracarense alcançou o feito da sua mãe (Albertina Machado) obtido 34 anos antes. O Sporting sagrou-se campeão colectivo pela quinta vez consecutiva

Excelente também a corrida feminina, em Vale de Cambra, mas com tudo a decidir-se mais cedo, quando Mariana Machado entendeu “fugir” do grupo da frente, que ficou “estilhaçado”, galgando metros até à meta, que cortou isolada com 19 segundos de vantagem sobre as restantes competidoras.

Com este triunfo, Mariana Machado encontra-se com o seu destino de campeã absoluta, na primeira vez que corre com sénior (em 2020 não houve campeonato longo de crosse e em Março de 2021 não correu no Seixal), após dois títulos em sub-18 e outros tantos em sub-20, alcançando um dos feitos da sua mãe Albertina Machado, que se sagrou pela primeira vez campeã em 1987.

A segunda foi a luso-angolana Neide Dias (que nas competições internacionais compete por Angola), agora a residir e a treinar em França, representando a formação do Feirense, que cortou a meta um segundo antes da veterana (40 anos) Jéssica Augusto (a preparar uma presença na Maratona de Valência), que fechou o pódio.

Solange Jesus (Feirense) conseguiu impor-se à campeã sub-23 no Seixal, Lia Lemos, um dos reforços do Sporting, com a bracarense Vanessa Carvalho a dar boa conta de si, tal como Susana Godinho, do Feirense.

No final da competição, a vencedora da prova, também campeã nacional em sub-23, mostrou-se “muito contente com este triunfo”, pelo qual disse ter trabalhado muito, frisando que “fui atrás das outras atletas, mais experientes, mas a faltarem 1 500 metros para a meta, como estava confortável, acelerei para conquistar um título muito gratificante”.

“Este resultado deixa-me ainda mais motivada para os Europeus daqui por duas semanas, caso seja seleccionada, faltando afinar apenas uns pormenores. É uma competição que gosto, tal como o enorme orgulho que sinto em representar Portugal nas grandes competições e levar a sua camisola aos lugares mais altos”, salientou ainda.

Por equipas, o Sporting conquistou o seu quinto título consecutivo, cimentando a sua presença na Taça dos Clubes Campeões Europeus, onde terá a presença do Sporting Clube de Braga, que regressará assim a uma competição na qual coleccionou sete títulos.

Resultados: 1ª Mariana Machado (SC Braga) 27 minutos e 43 segundos (1.ª sub23); 2.ª Neide Dias (Feirense) 28.02; 3.ª Jéssica Augusto (Sporting) 28.03; 4.ª Solange Jesus (Feirense) 28.08; 5.ª Lia Lemos (Sporting) 28.14 (S23); 6.ª Vanessa Carvalho (SC Braga) 28.21; 7.ª Susana Godinho (Feirense) 28.26; 8.ª Ana Mafalda Ferreira (Sporting) 28.26; 9.ª Susana Francisco (SC Braga) 28.37; 10.ª Joana Soares (Jardim da Serra) 28.47;…; 13.ª Laura Taborda (Sporting) 29.12 (S23). Por equipas: 1.º Sporting, 29 pontos; 2.º Sporting de Braga, 37; 3.º Feirense, 56.

© 2308 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.