Quarta-feira 17 de Janeiro de 3629

Paulinho com estrelinha candente para o hat-trick no triunfo difícil do Sporting

SCP vs Portimon_4003Quis o destino que Paulinho – depois de um largo jejum – marcasse os três golos do Sporting na partida frente ao Portimonense e ante o seu público no Estádio José Alvalade, dando o brilho que estava a faltar à equipa.

Ainda que tivesse dominado todos os parâmetros estatísticos, o Sporting passou por algumas ”amarguras” que podiam ter um efeito diferente, embora o objectivo fosse sempre vencer, para se manter na liderança na Liga Bwin.

Para o efeito, entrou com “fome” atacante que, uma após outra jogada, nada renderam nos primeiros vinte minutos e, num ápice, as nuvens surgiram sobre o céu de Alvalade, quando Matheus Reis, em luta com o atacante algarvio, acabou por trair Adán e meter (21’) a bola na sua própria baliza (para onde estava virado) e colocar os algarvios em vantagem no marcador.

Com Nakagima em grande plano e sempre em cima da defesa sportinguista, a formação de Rúben Amorim não teve descanso e o mesmo jogador japonês quase chegou (35’) ao 2-0, aproveitando um conjunto de falhas cometidas pelos sportinguistas.

Em desvantagem na entrada para a segunda parte, o Sporting correu o risco de ter grandes dificuldades para mudar o rumo dos acontecimentos, valendo a expulsão de Pedro Sá (58’), que obrigou os algarvios a jogar apenas com dez jogadores.

Aproveitando este facto e à supremacia de posse de bola (70/30% no final), o Sporting conseguiu chegar ao empate (65’), por intermédio de Paulinho, numa jogada que se se iniciou em Nuno Santos, a bola voou para o centro da área onde o avançado sportinguista apenas teve que, sem saltar, meter a cabeça e enviar o esférico para o lado certo.

SCP vs Portimon_4000Radiante pelo facto – face à fraca marcação de golos na competição – Paulinho voltou a estar no sítio certo para (76’) colocar os leões no comando do marcador, dando o melhor seguimento, em recarga, a uma bola que foi batida por Pedro Gonçalves e que desviou em Willyan.

Sete minutos depois (83’), Paulinho chegou ao hat-trick depois de recarregar a bola defendida e não segurada pelo guardião Samuel, a remate de Pedro Gonçalves.

Mesmo em desvantagem numérica, o Portimonense ainda conseguiu (90+2’) reduzir para 2-3, com um golo obtido por Lucas, ante um compasso de espera sportinguista que criou alguns “arrepios” nas bancadas.

Não passou disso mesmo e, uma vez mais de forma tangencial, o Sporting conquistou os três pontos, no que foi a 14ª vitória na competição, 11ª consecutiva, isolando-se no comando da classificação e à espera que o Benfica possa sair do Dragão, esta quinta-feira, no máximo com um ponto na bagagem.

No outro jogo realizado esta quarta-feira (o Famalicão-Belenenses SAD foi adiado devido a casos de Covid-19), o Guimarães recebeu e não foi além de um empate ante o Boavista.

O Vitória abriu o activo por Estupinan (81’), enquanto os boavisteiros empataram (85’) por intermédio de Llori.

Esta quinta-feira estão marcados os jogos Paços de Ferreira-Santa Clara (17h), Arouca-Sporting de Braga (19h) e F. C. Porto-Benfica (21h), o terceiro derby deste campeonato de 2021/2022.

© 3629 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.