Sexta-feira 19 de Agosto de 2022

Simão Bastos a 67 centésimos dos mínimos para os europeus de atletismo

Atl-Simao_Bastos-05-06-2022

FP Atletismo

Ao correr os 3.000 metros obstáculos no tempo de 8.30,67, o jovem Simão Bastos venceu os 3000 metros obstáculos com um novo recorde pessoal, marca que o fez entrar no “top-15” de sempre do atletismo português.

O atleta do Recreio de Águeda ficou a 67 centésimos da marca de qualificação para os Campeonatos Europeus.

Na prova “rainha” do Meeting Gold Gala Fernanda Ribeiro – realizado no Estádio Prof. José Vieira de Carvalho, na Maia – Catarina Ribeiro (Sporting) venceu com o registo de 33.17,93, o melhor registo do ano, à frente da jovem Lia Lemos (Sporting) 33.47,66, mas longe dos mínimos para os Mundiais (31.25) e Europeus (32.20), a realizar este ano.

Na mesma distância, mas no sector masculino, Rui Pinto (Sporting) foi quarto classificado cortando a meta em 29.06,98, também algo longe dos mínimos (28.15,00) para as duas referidas competições internacionais.

A prova foi ganha por Sebastian Sawe (27.09,46), seguido do burundês Kwizera Rodrigue, segundo, com 27.25,47, e do eritreu Awet Habte, que completou o pódio, com 28.08,08, tendo os dois primeiros cumprido os mínimos para o Mundial de Oregon (EUA).

Nas outras provas do programa, Anabela Neto (Sporting) venceu em altura (1,77 metros); Camila Gomes (Benfica), saiu vitoriosa nos 1 500 metros (4.18,97); Daniela Cruz (Arneirense) foi a mais rápida nos 100 metros (12,60, v: 0,7); e Lucinda Gomes (Estreito) venceu o salto em comprimento com 5,91 metros.

Em masculinos, Carlos Nascimento (Sporting) triunfou nos 100 metros em 10,44 (vento: 0,9 m/s); o especialista de salto em altura, Gerson Baldé (Benfica), foi ao comprimento para vencer (7,27 metros, v: 0,6); e Daniel Santiago (Sporting) venceu o lançamento do peso (16,48 metros).

O argentino Diego Lacamoire, com 3.33,69 venceu os 1.500 metros.

 

Lorène Bazolo e Patrícia Mamona em Marrocos

 

Lorene Bazolo e Patrícia Mamona obtiveram a melhor prestação nacional, com o quarto lugar, respetivamente nos 100 metros, com 11,42s, e no triplo-salto, com 14,35 metros, no decorrer do Meeting International Mohammed VI d’Athletisme de Rabat, da Liga Diamante, que contou com a participação de três atletas portuguesas.

A recordista de Portugal dos 100 e 200 metros, Lorene Bazolo, do Sporting, terminou os 100 metros na quarta posição, com a marca de 11,42s, o terceiro melhor tempo nacional nesta época na disciplina, numa prova ganha pela bicampeã olímpica de 100 e 200 metros, a jamaicana Elaine Thompson-Herah, em 10,83s, fixando um novo recorde do meeting, que já lhe pertencia.

A vice-campeã olímpica Patrícia Mamona, também do Sporting e recordista de Portugal, participou no triplo-salto feminino. Depois de três saltos nulos e de um salto de 13,86 metros, ao quinto ensaio alcançou os 14,35 metros, marca com que se inicia na temporada de ar livre e que lhe garantiu o quarto lugar na competição.

A prova foi ganha pela atleta da Dominica, Thea Lafond, que, também ao quinto ensaio, saltou para a frente da líder desde o início do concurso, a jamaicana Shanieka Ricketts, vencendo com a marca de 14,46 metros.

Neste meeting participou também Cátia Azevedo (Sporting), recordista nacional dos 400 metros, que foi terceira (51,73s) no Memorial Irina Szewinska, em Bydgoszcz, na Polónia, cumpriu hoje a distância em 52,23s, terminando na sexta posição. A prova foi ganha pela dominicana Marileidy Paulino, em 50,10s.

© 2022 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.