Segunda-feira 27 de Maio de 2024

Japão foi o herói do terceiro dia no Mundial de Futebol do Catar ao vencer a poderosa Alemanha

japan vs alemanha 23 nov

Ian MacNicol / FIFA

De surpresa em surpresa, o Mundial de Futebol do Catar2022 está a tornar-se cada vez mais “inconveniente” para algumas das mais credenciadas 32 equipas participantes porquanto, dia a dia, tem surgido novidades de tombo, como foi o triunfo alcançado pelo Japão, ante Alemanha, a principal favorita.

Depois de mandar em toda a linha na primeira parte, os alemães colocaram-se a vencer por intermédio de Gundogan (33’), no jogo relativo ao grupo E, resultado que foi mantido até ao final do primeiro tempo, se bem que com uma margem de golos bem magra em relação â produtividade tida pelos japoneses no segundo tempo.

Ritsu Doan (75’) e Takuma (83’) aproveitaram uma menos impetuosa actividade alemã e, com nota artística, acabaram por surpreender no último quarto de hora de jogo, com a marcação dos dois golos que causaram a segunda surpresa neste Mundial.

É a lei do desporto: o vencedor só é conhecido no final.

Os alemães remataram mais (26-12, em especial no primeiro tempo, do quais 9-4 para a baliza) e tiveram uma posse de bola de 74/26% que, afinal, não produziu efeitos no resultado.

No mesmo grupo, a Espanha goleou (7-0) a Costa Rica (mas muito pobre em termos de futebol jogado), com Dani Olmo a abrir o marcador (11’), seguindo-se Asensio (21’), Ferran Torres (31’, de grande penalidade, e 54’), Gavi (74’), Carlos Soler (90’) e Morata (90+2’).

Pressionando desde o primeiro minuto de jogo, os espanhóis ganharam em tudo (17-0 em remates, dos quais 8-0 para a baliza, numa posse de bola de 82/18%), sendo de salientar que os costa-riquenhos não fez um único remate à baliza.

No grupo F, a Bélgica venceu o Canadá por um único golo (o suficiente) marcado por Batshuayi (44’), na partida em que os canadianos fizeram 22 remates contra 9, dos quais 3-3 para a baliza, com uma posse de bola de 54/46% para os belgas.

No mesmo grupo, Marrocos e Croácia empataram (0-0) numa partida em que os marroquinos remataram mais (8-5, dos quais 2-2 para a baliza), ainda que a maior posse de bola tivesse sido dos croatas (65/35%), que redundou no zero final.

Para esta quinta-feira, o Portugal-Gana é o chamariz principal, em relação aos que falam português (Brasil e países africanos), jogo marcado para as 16 horas, em especial pelos últimos acontecimentos verificados quanto a Cristiano Ronaldo, que vai mudar de rumo quanto a um novo clube onde passará a jogar a partir de Janeiro, pelo menos em princípio.

O Suíça-Camarões (grupo G) inicia este quarto dia do Mundial (10h), fechando com o Brasil-Sérvia (no mesmo grupo), pelas 19 horas, ficando pelo meio o Uruguai-Coreia

© 2024 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.