Segunda-feira 22 de Julho de 2024

Benfica conquistou nona Supertaça em Hóquei em Patins

Derrotando o Sporting de Tomar (4-1), em jogo este sábado realizado no Pavilhão Municipal de Tomar (casa cheia) o Benfica conquistou, a Supertaça António Livramento 2023.

HoqueiPatins-Supertaça-23-09-2023

@FPP

O campeão nacional iniciou o encontro com Pedro Henriques, Nil Roca, Roberto Di Benedetto, Lucas Ordoñez e Gonçalo Pinto, enquanto o vencedor da Taça de Portugal do ano transato começou a partida com António Marante, Filipe Almeida, Pedro Martins, Guilherme Silva e Franco Ferruccio.

Os encarnados adiantaram-se no marcador aos seis minutos, com um golo de Roberto Di Benedetto. Uma vantagem mínima que se manteve até 16º minuto, ampliada por Lucas Ordoñez que perfez o 2-0 para o Benfica, resultado ao intervalo.

Na segunda parte, os tomarenses marcaram por Pedro Martins, aos 31 minutos, que reduziu para os locais, após assistência de Filipe Almeida.

O marcador voltou a alterar-se quando Nil Roca, aos 41 minutos, fez o 3-1, tendo o resultado ficado fechado perto do fim, quando Pol Manrubia, aos 47 minutos, marcou e consolidou a vitória das águias por 4-1.

A 39ª edição da Supertaça António Livramento foi conquistada pelo Benfica, que já tinha sido o vencedor em 2022, arrecadando assim o nono troféu na competição.

Recorde-se que o FCPorto/Fidelidade soma 23 títulos, o Oquei de Barcelos-SAD, 4; o Sporting 2 e o Valongo-Colquímica apenas um.

Para Nuno Resende (treinador do Benfica), “Foi uma vitória justa. Parabéns ao Tomar que mais uma vez mostrou a dificuldade que é jogar aqui. Foi bom para nós termos estado sempre na frente do marcador, o que nos permitiu alguma gestão. O resultado ao intervalo podia ter sido mais dilatado para o nosso lado. Os jogadores têm sido fantásticos. Hoje vamos festejar, mas segunda-feira vamos já preparar a difícil deslocação a Braga e aquilo que é o nosso objetivo máximo que é reconquistar o campeonato”.

Nuno Lopes (treinador Sporting de Tomar), aproveitou para apresentar os “parabéns ao Benfica, que foi um justo vencedor. Imprimiram um ritmo muito forte na 1ª parte e nós não estivemos no nosso melhor. É um facto, tivemos algumas dificuldades. Equilibrámos a partida na 2ª parte, entrámos por cima e quando fizemos o golo (2-1) eu acreditei que ia encostar o jogo, mas nestas alturas há erros que se pagam caro. Não há nada a dizer exceto que os meus jogadores foram dignos, fizemos muita coisa boa, mas ainda temos dificuldades nos pormenores. O Benfica foi mais forte aí e por isso ganhou. Parabéns à cidade de Tomar e a quem investiu para que isto assim fosse e o hóquei continua bem vivo, a perder ou a ganhar. Viva Tomar, viva Estremoz e viva a Marinha Grande”.

© 2024 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.