Domingo 04 de Março de 8706

Federação Portuguesa de Atletismo com recorde de atletas em 2022/2023

Atl-AumentoParticipantes-27-10-2023 (1)

FPAtletismo

O atletismo português chegou a novo marco histórico no que respeita ao número de atletas filiados, fechando a época de 2022/2023, sendo ainda batido o número de clubes filiados: 670!

Atingiu-se um recorde histórico, com um total de 21.875 atletas filiados, mais 1.472 que em 2022, ano em que pela primeira vez se passaram os 20 mil filiados (20.403).

O crescimento registado foi de 7,21% em relação ao ano anterior que, entretanto, havia registado uma subida de 17,29% em relação a 2021, ano marcado pela pandemia (tal como o anterior), que foram responsáveis pela inversão do crescimento do número de filiados dos últimos oito anos. Ainda assim, desde 2016 (ano dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro), o número de filiados cresceu 50,43% (de 14.542 filiados para 21.875).

Nestes números, 49,44 % dos filiados pertencem aos escalões de formação, 14,44% são atletas seniores (incluindo os sub-23), com os veteranos a somarem 36,12%.

Para estes números finais muito contribuíram dez Associações Regionais que também atingiram os seus recordes de filiados. Nomeadamente as associações do Porto, a que conheceu maior número de filiados, que subiu aos 3.036 registos (o anterior máximo era de 2731, de 2022); de Lisboa, com 3008 (2927, de 2022); da Madeira, com 1952 (1948, de 2022); Coimbra, com 1568 (1488, de 2022); Leiria, com 1560 (1437, de 2009); Algarve, com 1228 (1191, de 2022); Setúbal, 1152 (1102, de 2022); Santarém, 1022 (924, de 2009); Viana do Castelo, com 637 (631, em 2020); e Évora, com 520 (438, de 2022).

Desta forma, receberão Diplomas de Mérito de Ouro, as associações de Porto e Lisboa, enquanto os Diplomas de Mérito de Prata serão para Aveiro, Coimbra, Leiria e Madeira. Já os Diplomas de Mérito de Bronze serão para as associações de Algarve, Braga, Évora, Santarém, Setúbal, Vina do Castelo e S. Miguel.

Em termos de clubes, registou-se um recorde, com 670 clubes filiados, destacando-se os recordes de Coimbra, com 50 clubes (o anterior máximo era de 47, em 2021), de Évora, com 16 (igualando o recorde de 2019), Madeira, com 55 (igualando os anos de 2020 e 2022) e Viana do Castelo, com 27 (o anterior máximo era de 24, nos anos de 2020 e 2022).

Uma vez mais a Federação Portuguesa de Atletismo realçou o extraordinário trabalho realizado pelos clubes filiados, dirigentes, técnicos e atletas na dinamização e participação na modalidade.

 

© 8706 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.