Quarta-feira 17 de Abril de 2024

Remco Evenepoel ganhador da Figueira Champions Classic

Ciclismo-FigueiraFoz-12-02-2024

FPCiclismo

O belga Remco Evenepoel (Soudal Quick-Step) venceu a segunda edição da Figueira Champions Classic, prova do circuito UCI ProSeries, disputada ao longo de 192,4 quilómetros, depois de as previsões de mau tempo terem obrigado a reduzir 30 quilómetros à distância inicialmente prevista.

A corrida teve duas fases distintas. A primeira, antes da entrada no circuito ondulado que seria percorrido três vezes, foi animada por sete fugitivos. O pelotão manteve sempre sob controlo a iniciativa de José Félix Parra (Equipo Kern Pharma), Ibai Azurmendi (Euskaltel-Euskadi), André Carvalho (Sabgal-Anicolor), Afonso Eulálio (ABTF Betão-Feirense), Bruno Silva (Tavfer-Ovos Matinados-Mortágua), Luís Fernandes (Credibom-LA Alumínios-Marcos Car) e Hugo Nunes (Rádio Popular-Paredes-Boavista).

A entrada na parte mais dura da clássica ditou o fim da fuga, por iniciativa, essencialmente, do ritmo forte imposto pela Soudal Quick-Step. Os belgas assumiram o comando do pelotão, mesmo depois de anulada a fuga.

Com a equipa praticamente sem homens de trabalho, Remco Evenepoel atacou a mais de 50 quilómetros da meta, na penúltima passagem pela subida da Estrada do Parque Florestal. Isaac del Toro (UAE Team Emirates) ainda respondeu, mas ficou a meio caminho entre o campeão belga de fundo e o grupo perseguidor, até ser alcançado, dentro dos últimos 30 quilómetros.

Com a vantagem de Remco Evenepoel consolidada, claramente acima de um minuto, a curiosidade residia em saber quem seria o segundo classificado.

As movimentações foram muitas, chegando a ser protagonizadas pelos portugueses António Morgado (UAE Team Emirates) e Rúben Guerreiro (Movistar Team), mas as subidas do Parque Florestal e de Enforca Cães, apesar de duras, revelaram-se muito curtas para fazer a diferença no grupo perseguidor.

Remco Evenepoel controlou a vantagem, sem assumir riscos nas zonas mais técnicas, para triunfar com 1m48s de vantagem sobre os mais diretos perseguidores. O segundo classificado foi Vito Braet (Intermarché-Wanty) e o campeão italiano, Simone Velasco (Astana Qazaqstan Team) fechou o pódio. Rúben Guerreiro, oitavo classificado, foi o melhor português. Luís Gomes (Kelly-Simoldes-UDO), 53º, a 9m30s, foi o melhor elemento das equipas portuguesas.

A Movistar Team impôs-se coletivamente, enquanto Remco Evenepoel juntou as gerais da juventude e da montanha ao triunfo absoluto. Jimmy Janssens (Alpecin-Deceuninck) foi o primeiro na classificação dos sprints.

O pelotão regressa à estrada na quarta-feira, dia de arranque da 50ª Volta ao Algarve, que irá prolongar-se até 18 de fevereiro, juntando as melhores equipas e muitos dos melhores corredores do pelotão internacional.

© 2024 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.