Quarta-feira 26 de Fevereiro de 2020

Emanuel Duarte continua líder na Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros

PODIUM / Paulo Maria

PODIUM / Paulo Maria

Na véspera de terminar a 27ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros, o líder ficou ainda mais tranquilo depois das duas etapas deste sábado.

Emanuel Duarte (LA Alumínios-LA Sport), camisola amarela desde a primeira etapa, passou a dispor de um minuto de vantagem sobre Fábio Costa (Oliveirense-InOutbuild), o rival mais directo, enquanto o terceiro é agora Tiago Leal (Miranda-Mortágua), a um minuto e um segundo.

O dia começou cedo em Abrantes com a terceira etapa, a mais curta deste ano com apenas 79,9 quilómetros que se pode resumir em algumas fugas sem relevância, uma vez que nos últimos quilómetros o pelotão atacou a subida final para o centro de Castelo de Vide em bloco.

O argentino Luciano Martinez (Baque – Ideus – BH Team) venceu ao sprint com um trio latino a ocupar as primeiras posições. O vencedor destacou-se ligeiramente no risco de meta à frente do venezuelano Leangel Linãrez (Miranda-Mortágua) e do português Carlos Salgueiro (Sicasal-Constantinos).

Com os resultados da etapa matinal, o comandante da classificação partiu para o contra-relógio individual da tarde com vantagem de 44 segundos sobre quatro adversários que ocupavam, empatados, a segunda posição.

Com apenas 8,4 quilómetros mas muito duros, a luta contra o cromómetro em Castelo e Vide que passou pela ermida da Sra. da Penha, na Serra de São Paulo, sobranceira à vila, prometia escalonar e definir melhor a “guerra” pela liderança.

Foi o que aconteceu. Gonçalo Leaça (LA Alumínios- LA Sport), com créditos na especialidade, correspondeu às expectativas e foi o mais rápido na quarta etapa, a primeira da carreira. «Já há muito que a procurava mas não tenho tido muita sorte. Cheguei a esta Volta com alguns problemas gastrointestinais, mas já estou melhor. Estou muito, muito contente», disse com um enorme sorriso. Leaça gastou 12m49s, o melhor registo da tarde com 21s de diferença para o segundo classificado, Carlos Salgueiro (Sicasal-Constantinos).

Emanuel Duarte, o camisola amarela, foi terceiro com mais 23 segundos que o vencedor. Nada que preocupasse o jovem algarvio, porque feitas as contas depois deste exercício até ganhou tempo aos principais adversários. E agora falta apenas um dia de competição.

Portalegre vai coroar este domingo o campeão da 27ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros. A quinta e última etapa têm 122,8 quilómetros com Metas Volantes no Crato, Monforte e Arronches e na fase final dois decisivos Prémios de Montanha de 2ª categoria, Serra de S. Mamede e Cabeço do Mouro. Só os melhores vão chegar aos primeiros lugares na Avenida da Liberdade, em Portalegre.

Quem vai suceder ao jovem Venceslau Fernandes, vencedor do ano passado e filho do mítico corredor dos anos oitenta com o mesmo nome? A Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros é uma prova que ao longo dos anos tem vindo a revelar os nomes que mais tarde se afirmam na modalidade.

 

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.