Sábado 21 de Setembro de 2019

“Poker” de Ronaldo dá mais três pontos a Portugal

DR / FPF

DR / FPF

Quatro golos de Cristiano Ronaldo – um em colaboração com o guardião local – foram mais que suficientes para Portugal ultrapassar mais um obstáculo a caminho da fase final do europeu’2020, resultado obtido esta terça-feira em Vilnius, capital da Lituânia.

Com o primeiro golo a surgir logos aos 7’ (de grande penalidade), convertido por Ronaldo, nem por isso os “espíritos” ficaram mais sossegados relativamente à supremacia técnica da equipa portuguesa – com uma vantagem na posse de bola de 64-36% e 15 remates à baliza no final do primeiro tempo – porquanto se apoderou do onze luso (como tem sido habitual, mesmo que o resultado seja mais equilibrado) uma certa apatia e displicência pelas “facilidades” que iriam surgir e que o caminho da vitória estava aberto.

O que bastou para o jogo passar a mais lento e ao facto de os lituanos terem aproveitado para empatar (29’) com um golo de Vytautas (1,88 de altura) que aproveitou essa “paragem no tempo” da portuguesa para marcar de cabeça, no seguimento de um canto onde três defesas nacionais, junto do médio local, não saltaram e Patrício não teve hipóteses de defender.

Era sabido que se havia de dar a volta, mas a verdade é que até final da primeira parte nada de passou, a não ser a preparação de alguma substituição lusa no reatamento.

João Félix (49’), sem convicção, rematou ao lado da baliza com a bola a passar devagarinho ao lado da baliza.

Pouco depois (56’), Rafa entrou para o lugar de Bruno Fernandes e seis minutos depois Portugal passou para a frente do marcador, de novo por Ronaldo, num remate “enrolado”, que levou a bola a bater no braço do guardião, que a fez subir por cima, caindo e batendo na sua cabeça a caminho da baliza.

Três minutos depois (65’), numa jogada mais digna da categoria dos intervenientes, Bernardo Silva endereçou a Ronaldo que fez o terceiro da equipa e da sua conta pessoal.

Mantinha-se o ritmo lento ainda que a posse de bola e o número de remates à baliza fosse claramente de índole portuguesa, com Ronaldo a chegar ao “póker” ao marcar o quarto golo (76’) desviando a bola para a baliza no seguimento de um passe longo recebido da direita do ataque português.

Em tempo de descontos (90+2’), o quinto golo surgiu de um remate frouxo de William Carvalho, para o canto mais longe da baliza, em relação à posição do guarda-redes, atirado do meio da grande área.

Cumpriu-se esta segunda fase do grupo B, onde se encontra Portugal, que subiu ao segundo lugar (8 pontos), bem atrás da Ucrânia (13 pontos ainda que mais um jogo), estando a Sérvia no 3º (7 pontos), o Luxemburgo (que perdeu (1-3) esta terça-feira, em casa, frente à Sérvia), com 4 e na quinta posição a Lituânia apernas com um ponto.

De registar que Cristiano Ronaldo, com os quatro golos marcados, chegou aos 93, ficando mais perto da liderança dos melhores marcadores de sempre, a nível europeu.

A equipa portuguesa alinho com Rui Patrício; Cancelo, José Fonte, Rúben Dias e Raphael Guerreiro; Rúben Neves, Bruno Fernandes (Rafa, 56’) e William Carvalho; João Félix, Ronaldo (Gonçalo Guedes, 79’) e Bernardo Silva (Pizzi, 89’).

Na próxima ronda (11 e 14 de Outubro), Portugal recebe o Luxemburgo e desloca-se a seguir à Ucrânia, no que será a partida mais difícil, com a terceira sessão (marcada para os dias 14 e 17 de Novembro) a levar Portugal a receber a Lituânia e a terminar com a deslocação ao Luxemburgo.

 

© 2019 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.