Quarta-feira 26 de Fevereiro de 2020

Iuri Leitão e Rui Oliveira marcaram pontos em Minsk para os Jogos Olímpicos

DR / FPC

DR / FPC

Os resultados da equipa Portugal nas provas de madison (masculino) e de omnium (feminino) na Taça do Mundo, este domingo em Minsk (Bielorrússia), reforçaram a candidatura nacional à qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Iuri Leitão e Rui Oliveira fizeram dupla em madison, terminaram a prova na 10ª posição e somaram mais cinco pontos, permitindo a Portugal aproximar-se da Bielorrússia, de Hong Kong e da Áustria no ranking de qualificação olímpica. Por outro lado, os portugueses aumentaram a vantagem sobre as nações mais próximas no mesmo ranking, como são a Irlanda e Rússia.

Os dinamarqueses Lasse Norman Hansen e Michael Morkov conquistaram a medalha de ouro (52 pontos), à frente dos franceses Bryan Coquard e Benjamin Thomas (44) e dos espanhóis Albert Torres e Sebastián Mora (41).

Na mesma categoria mas na prova individual, Rui Oliveira terminou em terceiro lugar (149 pontos).

Maria Martins também pedalou com os olhos colocados em Tóquio. Fê-lo no concurso de omnium. A ribatejana esteve bem nas duas primeiras provas pontuáveis (oitava em scratch e sexta na corrida tempo) mas um menos bom desempenho fez a portuguesa iniciar a corrida por pontos no nono posto.

O percalço de eliminação não foi suficiente para demover Maria Martins do principal objectivo, conquistar o máximo de pontos possível para o ranking de qualificação.

A corredora de Portugal fechou o concurso de omnium com 57 pontos, no 11.º lugar, o que permitiu ao país ultrapassar a China e a Irlanda no ranking de apuramento, sem que qualquer nação conseguisse ultrapassar Portugal.

A jornada começou com a participação de Iuri Leitão na perseguição individual. O minhoto alinhou com o único fim de deixar aberta a possibilidade de a equipa Portugal disputar esta disciplina no Campeonato do Mundo.

Cumpriu os 4 quilómetros de contrarrelógio em 4.52,714, longe do tempo histórico do italiano Filippo Ganna, 4.04,252, que lhe valeu o novo recorde mundial na qualificação.

Na prova de scratch, Iuri obteve o 6º lugar.

A Taça do Mundo de pista prossegue no próximo fim-de-semana, em Glasgow, Escócia, onde voltarão a estar Iuri Leitão, Maria Martins e Rui Oliveira.

No sábado, 9 de Novembro, Maria Martins estará em pista para disputar o concurso de omnium.

No dia seguinte, Iuri Leitão faz a qualificação de scratch e, em caso de apuramento, disputará a final. Rui Oliveira compete no concurso olímpico de omnium.

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.