Terça-feira 31 de Março de 2020

Sporting duplo campeão de pista coberta nos sub-20

86304125_3004369372931122_3643531666137284608_o

DR / FPA

87034012_3004371396264253_8821768255099109376_o

DR / FPA

As equipas (masculina e feminina) do Sporting sagraram-se campeãs nacionais de pista coberta, na categoria de sub20, ao vencerem as competições realizadas na Expocentro, em Pombal, repetindo os êxitos da época passada.

Também aos “pares”, o Benfica foi segundo e o Juventude Vidigalense terceiro classificado.

Em termos individuais, Sisínio Ambriz (14,43 no triplo), Etson Barros (Benfica) juntou o título dos 3000 metros ao dos 1500 metros que havia obtido na véspera. Na mesma distância destaque para o triunfo da maiata Mariana Regalo, numa prova competitiva.

Mais competição não poderia ter existido nos 800 metros femininos, com quatro atletas separadas por dois segundos, com as duas primeiras Camila Gomes (Benfica) e Rita Figueiredo (Sporting), a terminarem com o mesmo registo.

Atl-JunioresPC-Juliana-16-02-2020

DR

Realce ainda para a sportinguista Juliana Guerreiro, que bateu o recorde nacional de sub20 na prova de 400 metros, ao vencer a sexta e última série da distância com a marca de 55,41 segundos.

A atleta algarvia, que há dias ficara a escassos dois centésimos do máximo nacional, bateu o anterior máximo que era de 55,71 segundos e pertencia a Cátia Azevedo desde 16 de Fevereiro de 2013, marca obtida nesta mesma pista.

Destaque ainda para Diogo Oliveira (Grecas), que foi campeão nos saltos em comprimento e em altura. Pedro Matos (Sporting) venceu os 60 m barreiras com 8,21 segundos (13 centésimos mais rápido que a sua anterior melhor marca do ano) e o seu colega de equipa David Garcia venceu os 800 metros com a melhor marca do ano da categoria e ainda fez parte da estafeta de 4×400 metros que se sagrou campeã.

Nos femininos, o Sporting somou 158 pontos, seguido do Benfica (141) e do Juventude Vidigalense (120,5), enquanto nos masculinos os leões chegaram aos 199 pontos, com o Benfica a somar 184 e o Vidigalense 55.

Atl-Crosse-Mariana-16-02-2020

DR

Entretanto, Paulo Barbosa (Maia) e Mariana Machado (Sporting de Braga) sagraram.se campeões nacionais de corta mato, na versão curta, em provas disputadas no Parque das Abadias (Figueira da Foz),

Paulo Barbosa  e Nuno Costa (ambos do Maia), depressa deram a entender que lutariam para as duas primeiras posições, deixando para trás um dos favoritos, Samuel Barata (Benfica), que não conseguiu aguentar o “ataque” desenhado pelos maiatos.

Na recta final, Paulo Barbosa surgiu mais forte e terminou com o seu primeiro título nacional de corta-mato, culminando uma excelente corrida a par do experiente Nuno Costa!

O primeiro sub23 foi Duarte Gomes, do Benfica, quinto classificado, uma das principais pedras para o triunfo colectivo da equipa encarnada.

O melhor júnior foi Fábio Simões (RD Águeda), 41º da classificação geral.

Na prova feminina, Mariana Machado sagrou-se campeã nacional pela terceira vez consecutiva, confirmando uma vez mais a figura de uma estrela em fase alta de uma carreira já brilhante, estando na calha para “voar” muito mais alto, tendo conquistado ainda os títulos nas categorias de sub23 e universitária.

Emília Pisoeiro e Susana Cunha, ambas do Recreio de Águeda, reeditaram o pódio de 2019.

A campeã júnior foi Lia Lemos, sexta classificada na geral.

O Recreio de Águeda foi o vencedor colectivo (26 pontos), seguindo-se o Sporting de Braga (37) e Grecas (81) enquanto, no masculino, o Benfica foi o campeão (22 pontos), à frente do Sporting de Braga (44) e do Maia (48).

Outro atleta português, Rui Pinto, esteve em plano de evidência na Meia Maratona de Barcelona, este domingo, ao terminar a prova com o tempo de 1.03.07, marca que garante a presença nos Europeus de Paris’2020 e também no Mundial de Meia Maratona a realizar na cidade polaca de Gdynia, em 29 de Março também este ano.

IAAF / JP DURAND

IAAF / JP DURAND

A terminar, relevo para um novo recorde mundial de pista coberta, obtido pelo sueco Armand Duplantis que, em Glasgow, transpôs a fasquia a 6,18 no salto com vara, melhorando em um centímetro os 6,17 obtidos dias antes.

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.