Quarta-feira 28 de Outubro de 2020

PAOK-Benfica na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões

© José Pedro Gonçalves / JDM

© José Pedro Gonçalves / JDM

No dia 31 de Agosto deste ano (esta segunda-feira), o Benfica foi “obrigado” a deslocar-se à bela cidade grega de Salónica para decidir se consegue vencer o PAOK e seguir em frente, segundo o sorteio efectuado em Nyon (sede da UEFA)

Não se pode dizer que fosse uma “sorte”, bem pelo contrário, até porque o Benfica vai encontrar uma formação que tem ganho estatuto europeu nos últimos anos, sendo treinado pelo técnico português Abel Ferreira.

Sabe-se também que o jogo será realizado apenas a uma mão – face à pandemia da Covid-19 – pelo que a situação torna-se um pouco menos boa para as duras equipas, esperando-se até ao dia 15 ou 16 de Setembro para ver para quem vai ser “um grande 31”, como se diz por cá. Que tenha melhor sorte que com o “31” do Cavani!

Também é verdade que nos anteriores confrontos o Benfica venceu sempre, pelo que tem uma vantagem “psicológica”, mas como o “mundo” está todo em “alvoroço”, não se podem fazer previsões muito exactas, sendo que, no desporto, o resultado só se saberá “no final da partida”.

Para chegar a esta terceira pré-eliminatória, O PAOK venceu (3-1) os turcos do na segunda fase.

O que já se soube há mais tempo foi que, caso elimine os gregos, o Benfica defrontará os russos do Krasnodar no qualificado “play off” a “Caminho das Ligas” – segundo a UEFA – depois dos arranjos que foram necessário fazer em face da regulamentação definida.

Para além do PAOK-Benfica, haverá mais dois jogos nesta ronda: Dynamo Kiev-AZ Alkmaar e Gent-Rapid Viena.

O sorteio para o “Caminho dos Campeões” deu os seguintes emparelhamentos: Ferencváros-GNK Dinamo, Qarabag-Molde, Omonia-Estrela Vermelha, Midtjylland-Young Boys e Maccabi Tel-Aviv-Dinamo Brest.

Sendo jogados a uma só mão, no caso de se registar um empate dos 90 minutos, haverá um prolongamento e a marcação de grandes penalidades caso persista o empate.

Quem ganhar seguirá para o “play-off” da Liga dos Campeões e os que perderem encontrar-se-ão no “play-off” da Liga Europa.

Entretanto, o Rio Ave, vai defrontar o Borac (Bósnia), na sede do clube, em Banja Luka, na segunda pré-eliminatória da Liga Europa, face ao sorteio efectuado no mesmo local do que para a Liga dos Campeões.

Na sua quarta presença nesta competição, o Rio Ave vai jogar com uma equipa perfeitamente desconhecida em termos internacionais, no que se pode tornar uma agradável surpresa, ainda que não seja de “mão beijada”.

O jogo terá lugar no dia 17 e apenas a uma mão.

Na história da presença dos homens de Vila do Conde, a melhor foi na estreia, onde chegou à fase de grupos.

O Lokomotiv de Plovdiv (Bulgária) recebe o Tottenham (treinada por José Mourinho), enquanto o Granada (orientada pelos portugueses Rui Silva e Domingos Duarte), vai defrontar (Albânia) o Teuta, com os irlandeses do Shamrock Rovers a receberem o AC Milan.

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.