Segunda-feira 01 de Outubro de 7792

Alemanha goleada e Portugal a toda a velocidade para ganhar a Liga Europeia de Futebol de Praia

DR / FPF

DR / FPF

Segunda ronda e segunda vitória de Portugal na Superfinal da Liga Europeia de Futebol de Praia, que está a decorrer na Nazaré.

Nesta quinta-feira, a formação nacional bateu (4-1) a Alemanha, ainda que tivessem sido os germânicos a marcar primeiro, por intermédio de Julin Mutulingam, de penálti.

Portugal reagiu e Bê Martins (12′) empatou a partida.

No arranque do segundo tempo, Torres (13′) fez um golaço e colocou Portugal na frente. Nesse mesmo segundo período, Belchior e André Lourenço fizeram o resultado final (4-1).

Rúben Brilhante, jogador da selecção nacional, em discurso para o site da FPF, referiu que “estamos no caminho certo. A equipa tem vindo a trabalhar muito bem e isso ficou reflectido nestes dois jogos, continuando o caminho que queremos percorrer até ao objectivo final”.

No outro jogo do dia, a Suíça bateu a França por 9-2.

No Estádio do Viveiro – Jordan Santos, Portugal alinhou com (cinco inicial): Elinton Andrade, Rui Coimbra, André Lourenço, Bê Martins e Léo Martins, tendo jogado ainda Tiago Petrony, Bruno Torres, Tiago Batalha, Belchior (Cap.), Rúben Brilhante, Rodrigo Pinhal, João Gonçalves ‘Von’

Fora deste contexto, ficou a saber-se que Eduardo Mendez, conhecido como Dito no futebol, antigo treinador e ex-jogador de clubes como Braga, Benfica e Porto, morreu esta quinta-feira, aos 58 anos, devido a ter sofrido um enfarte.

Dito, que actualmente desempenhava as funções de director geral para o futebol no Gil Vicente, clube que também representou como jogador, sofreu um enfarte durante um treino da equipa minhota, no estágio em Melgaço.

Ao serviço da selecção nacional A, somou 17 jogos oficiais, sendo o último uma partida de qualificação para o Campeonato da Europa Alemanha 1988, frente à selecção de Malta, que Portugal venceu por 1-0.

Enquanto treinador, orientou equipas como Desportivo de Chaves, Portimonense, Moreirense, Varzim e Famalicão.

Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, enviou uma mensagem à família, em referiu que “foi com choque e enorme consternação que tomei conhecimento da morte de Dito. Um homem que deu muito ao futebol português e que ainda tinha muito para dar no exercício das funções que agora desempenhava.

“Enquanto jogador deixou a sua marca nos oito clubes que representou e na selecção nacional, bem como no trajecto que seguiu sempre ligado ao futebol. Homem discreto e de carácter, deixa um vazio difícil de preencher.

À família enlutada, aos amigos e ao Gil Vicente, a Federação Portuguesa de Futebol endereça as mais profundas condolências.”

© 7792 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.