Quinta-feira 26 de Novembro de 2020

Samuel Barata com registo na légua, que não se fazia em Portugal há uma década

FP Atletismo

FP Atletismo

Samuel Barata (Benfica) bateu o seu recorde pessoal na prova dos 5.000 metros, no decorrer de um meeting efectuado na Bélgica, ao cumprir a légua no tempo de 13.39,94, registo que não se fazia em Portugal vai para uma década.

Barata correu na série B, fazendo o sexto melhor tempo entre os participantes nas duas séries.

Há dez anos, o marroquino naturalizado português, Yousef el Kalai (Conforlimpa) tinha feito 13.39,45 e, daí para cá, ninguém mais fez melhor.

Entretanto, na principal prova feminina de 1500 metros, correram duas portuguesas: a benfiquista Marta Pen Freitas, que terminou em terceiro lugar com a marca de 4.06.91 minutos (melhor marca portuguesa de 2020), com a bracarense Mariana Machado a chegar logo depois, com 4.10,87 (a 26 centésimos do seu recorde pessoal). A vencedora foi a espanhola Esther Guerrero (4:05.45m).

Por seu lado, Auriol Dongmo venceu a prova de lançamento do peso integrada no Memorial Kamila Skolimowska, que se realizou em Chorzow (Polónia), meeting Gold do World Continental Tour, circuito de meetings da World Athletics.

A recordista de Portugal terminou a competição com a marca de 18,33 metros, superando por um centímetro a checa Marketa Cervenkova (18,32m, recorde pessoal).

No mesmo encontro, o alemão Johannes Vetter conseguiu o segundo melhor ensaio da história do lançamento do dardo, atirando-o a 97,76 metros e ficando a poucos centímetros do recorde mundial alcançado pelo checo Jan Zelezny, que em Maio de 1996 lançou a 98,48 metros.

 

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.