Segunda-feira 26 de Outubro de 2020

João Almeida continua com a Rosa colada ao corpo no Giro d’Itália

O ciclista luso, o jovem (22 anos) João Almeida, vai completar esta segunda fase do Giro d’Itália no comando desta difícil competição, depois de, este sábado, concluir a etapa no 17º lugar, ainda que bem longe do vencedor, um “estrangeiro” que ninguém conhecia e que, por isso mesmo, não havia a nada a temer.

Na verdade, Alex Dowsett (Israel Start-UP Nation) fez a ligação entre Giovinazzo e Vieste (Gargano) em 4h50m09s, com uma vantagem de um minuto e quinze do segundo classificado, mercê de ter entrado numa fuga que o levou a ganhar mais de treze minutos ao camisola Rosa, embora se mantenha nos lugares foram do “top tem”.

DR

DR

O grupo dos principais favoritos no momento (incluindo José Almeida) esteve sempre atento a todos os movimentos e informações que foram passando de ouvido em ouvido ao longo dos 200 km da prova, pelo que nada de anormal se passou, como se comprovou pela composição da classificação geral após esta etapa, em que consagrou o referido ciclista.

O segundo foi Salvatore Puccio (Imeos Grenadiers), que chegou a par do terceiro Matthew Holmes (Lotto Soudal) e do 4º, Joseph Rosskopf (CCC Team), os três a um minuto e quinze do vencedor.

No quinto lugar ficou Matthias Brandle (Ineos Grenadiers), a dois minutos e dez segundos, com João Almeida a classificar-se no 17º lugar, a 13.56, uma diferença que marcou a “indiferença” do pelotão, onde entrou o outro português, Rúben Guerreiro.

Na geral, João Almeida (Deceuninck-Quick Step) mantém-se como líder, com o total de 29h52m34s, seguido de Pello Bilbao (Barhain-McLaren), a 43 segundos e de Wilco Kalderman (Team Sunweb), a 48 segundos. Seguem-se Harm Vanhoucke (Lotto Soudal) a 59 segundos e Vincenzo Nibali (TRKA-Segrafredo), a 1m01s.

Rúben Guerreiro está no 39º posto, a 18m32s de João Almeida.

A Deceuninck-Quick Step lidera nas equipas.

João Almeida continua a ser o detentor das Camisolas Rosa (líder absoluto) e Branca (Juventude), Arnaud Démare veste a camisola dos Pontos e Filippo Ganna a da Montanha.

Neste domingo, corre-se a 9ª etapa (ver perfil), com 208 quilómetros para percorrer entre San Salvo e até ao alto de Rocearaso (Aremogna), estando a meta colocada a 1.658 metros de alitude, o que diz bem do que será a dureza desta ronda, que antecede o dia de descanso (segunda-feira).

Pelo meio ficam ainda contagens de montanha de primeira categoria em Passo Lanciano (1.310 metros aos 100 km), de segunda, a 1.337 metros em Bosco di Sant Antonio (181,4 km), outra de segunda, a 1.325 metros (191,7 km), uma Especial a 1.238 metros aos 194 km e depois a 1.658 metros, terminando a etapa no alto, onde estará a meta.

© 2020 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.