Sábado 16 de Janeiro de 2021

Alemães do THW Kiel sagraram-se campeões europeus de Andebol

Andebol-CampeãoEuropeu-29-12-2020A equipa alemã do THW Kiel conquistou o título de campeão europeu de Andebol, vencendo os espanhóis do Barcelona na final e conquistou o 4º título europeu da sua história, enquanto o Paris Saint Germain ficou no terceiro lugar.

Luís Frade foi o único português na final que foi controlada pelo THW Kiel, que contrariou as probabilidades e levou de vencido o Barcelona, algo que não acontecia desde 2012. A formação alemã sucede ao HC Vardar e o treinador, Filip Jícha, entra, assim, num lote muito restrito de campeões europeus nas funções de jogador e treinador.

Do outro lado, o FC Barcelona não conseguiu alcançar a 10ª conquista do troféu europeu. A equipa alemã entrou a vencer e segurou a vantagem até aos cinco minutos, altura em que o Barcelona conseguiu recuperar, mas por pouco tempo. O jogo seguiu equilibrado mas com uma ligeira vantagem para a equipa orientada por Filip Jícha, que aos 17 minutos alcançou, de forma inédita, uma vantagem de três golos (12-9) até ao conjunto espanhol voltar a responder à altura e concretizar o golo do empate a 15 golos, por Dika Mem.

Luís Frade entrou aos 19 minutos e manteve-se em campo durante 10 minutos, e foi já na recta final do primeiro tempo que o emblema alemão foi mais feliz na finalização – a juntar ao bom desempenho do guardião Niklas Landin – e alcançou, de novo, três golos à maior com os quais saiu para o descanso (19-16).

Na segunda parte, o rendimento do guarda-redes do THW Kiel foi ainda mais produtivo e o ataque alemão foi correspondendo da melhor forma possível. O desempenho táctico do emblema germânico surpreendeu o Barcelona, que não conseguiu encontrar a fórmula certa para anular o poderio do adversário, e aos 45 minutos já perdia por cinco golos de diferença. Apesar de a equipa catalã ter conseguido ainda encurtar distâncias perto do fim, o THW Kiel (foto) mostrou sempre mais condições para sair vitorioso da final (33-28), algo que se verificou.

Depois de vencer em 2007, 2010 e 2012, e de ter sido finalista vencido em outras tantas ocasiões (2000, 2008, 2009 e 2014), o emblema da cidade de Kiel, venceu em território germânico, o 4º troféu de campeão europeu. De realçar que a equipa alemã marcou ainda presença nas Final Four de 2013, 2015 e 2016, sem alcançar o jogo decisivo. Em sentido oposto, a 10ª EHF Champions League escapou ao Barcelona e a Luís Frade, que se estreou numa final europeia e não teve a possibilidade de se afirmar como o primeiro português a sagrar-se campeão europeu.

No jogo de atribuição do 3º e 4º lugar, o Paris Saint-Germain venceu o Telekom Veszprém por 26-31, num jogo em que até esteve atrás do resultado até perto do intervalo, com Rodrigo Corrales em destaque do lado da equipa húngara. No entanto, a formação parisiense conseguiu reverter o rumo do resulto até ao descanso, alcançando uma vantagem de três golos no final dos primeiros 30 minutos (11-14), vencendo por 31-26.

Na segunda parte, o conjunto francês limitou-se a gerir o resultado e acabou mesmo por garantir o último lugar do pódio da competição, referente à época 2019/2020. O central húngaro do Telekom Veszprém HC, Mate Lekai, foi o melhor marcador do encontro, com nove golos apontados.

Nas meias-finais, o Barcelona derrotou (37-32) o Paris Saint Germain enquanto o Kiel venceu o Telekom Veszprém por 36-35, no desempate, depois de um empate (29-29) no final do tempo regulamentar.

 

© 2021 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.