Sexta-feira 09 de Maio de 5919

Eliana Bandeira e Ruben Antunes em destaque na Taça da Europa de Lançamentos

 

FPA

FPA

Dois atletas portugueses, Ruben Antunes e Eliana Bandeira, que se encontram convocados para a Taça da Europa de Lançamentos, competiram este sábado (1 de Maio) em Antalya, na Turquia.

O atleta do Sporting melhorou o recorde pessoal no segundo ensaio, com a marca de 70,84 metros, da qual se aproximou no ensaio seguinte (70,53 m). O vencedor foi Ashraf Elseify (Qatar), com 73,90 metros. Com este resultado, Ruben Antunes torna-se o quinto português de sempre a ultrapassar os 70 metros.

Por seu lado, a benfiquista, triunfou no lançamento do peso (17,53 metros) com um concurso onde fez seis ensaios válidos, todos acima do seu recorde pessoal anterior (17,39 em pista coberta, em 2020): 17,44 – 17,50 –17,44 – 17,49 – 17,53 – 17,41!

 

FPA

FPA

Razoável presença no World Athletics Relays

Na estafeta de 4×100 metros, uma má transmissão levou à desqualificação do quarteto português composto por André Prazeres, Diogo Antunes, Frederico Curvelo e Delvis Santos. Ainda se viu o registo de 40,20 segundos (que seria a melhor marca da época), mas depois chegou a decisão dos juízes: desqualificação.

Diogo Antunes, elemento mais experiente da equipa, referiu na zona mista que “o colectivo está desapontado. Acreditávamos que era possível a qualificação para a final, que daria para os Jogos Olímpicos. O problema que tivemos na transmissão ditou o resultado final, mas temos mais oportunidades e continuamos com o sonho presente”.

Por seu lado, a equipa Dorothé Évora e João Coelho cumpriam a estafeta mais singular da competição: os 2x2x400 metros. Dorothé fez o primeiro e o quarto percurso, João Coelho o segundo e o quarto. No final, registaram a marca de 3.51,69 minutos, que se estreia como melhor marca nacional nesta disciplina. Ainda houve um “susto” com uma desqualificação da equipa, que depois foi rectificada por não haver razão. Portugal terminou em quinto lugar, à frente da formação da Eslováquia.

Na última participação, nesta primeira ronda, a estafeta mista de 4×400 metros, em que Portugal tem uma boa classificação mundial, a série em que o quarteto português foi incluído, muito forte e equilibrado, mostrou bem o que valem as formações. Começando com Vera Barbosa, a recordista dos 400 metros barreiras, o testemunho passava depois por Ricardo dos Santos, Cátia Azevedo e terminava em Mauro Pereira. Apesar das boas transmissões, o tempo final dos portugueses foi de 3.21,51, a pouco menos de dois segundos da melhor marca nacional de sempre na distância, classificando-se em sexto lugar na série (segundo melhor resultado da equipa portuguesa).

Cátia Azevedo falou pelo quarteto, assumindo que queriam “chegar à final, para assegurar a qualificação olímpica, estávamos bem preparados, calhámos numa série muito forte, mas nada acaba aqui”, porquanto não foram apuradas para a final.

Prof. Eduardo Cunha recordado

No Meeting Professor Eduardo Cunha, que decorreu na pista número 2 do Estádio Nacional, destaque para Francisco Belo (Benfica), que lançou o peso a 20,80 metros (a terceira melhor marca pessoal deste ano), seguido dos seus colegas de equipa Tsanko Arnaudov (18,79) e Otoniel Badjana (16,81) e ainda de Daniel Santiago, do Sporting (16,53).

Nesta disciplina, destaque para o júnior André Carvalho (Sporting) com a marca de 15,36 metros (peso de 6 kg); e notas ainda para o júnior Mário Pereira (Benfica), que lançou o dardo a 58,13 metros (recorde pessoal).

© 5919 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.