Sexta-feira 06 de Agosto de 2021

José Manuel Constantino dedicou Troféu Prestígio Fernando Soromenho aos dirigentes desportivos

COP

COP

O CNID – Associação dos Jornalistas de Desporto entregou, esta sexta-feira, ao presidente do Comité Olímpico de Portugal, José Manuel Constantino, o Troféu Prestígio Fernando Soromenho 2020.

A cerimónia de entrega aconteceu na sede do COP, em Lisboa, tendo o presidente do CNID, Manuel Queiroz, justificado a distinção com a “enorme obra de dirigente autárquico, clubístico, federativo”, assumida por José Manuel Constantino, mas também “pela sua militância cívica, pela independência do seu pensamento, que não se verga perante os poderes, antes os ajuda a ver as grandes questões de forma mais clara.”

O presidente do CNID sublinhou que o “prémio foi decidido há um ano, mas tornou-se ainda mais justo hoje, depois de uma pandemia que afectou gravemente todo o movimento desportivo” e durante a qual o presidente do COP “se distinguiu pela coragem e visão na forma como tem reagido às decisões e indecisões do governo.”

José Manuel Constantino agradeceu a distinção, sublinhando ter acontecido num contexto marcado por duas condições particulares. “Uma pelo facto de ocorrer a seguir a um período extremamente severo para Portugal e para o desporto em particular. Uma severidade que nem sempre foi acompanhada pelas políticas públicas. A segunda questão é que também foi um ano muito difícil em termos pessoais, porque tive naturalmente que manter as minhas funções como presidente do Comité Olímpico de Portugal, mas ao mesmo tempo tive de enfrentar um problema de natureza pessoal que me debilitou e que procurei que influenciasse o menos possível o que eram as minhas obrigações.”

José Manuel Constantino admitiu que o Troféu lhe dá “algum conforto do ponto de vista institucional, mas também do ponto de vista pessoal. Esta distinção caiu fundo e queria partilhá-la com todos aqueles que, desempenhando cargos no dirigismo desportivo, tiveram a força suficiente – e eu sei do que estou a falar – para sobreviver à severidade da situação que estamos a viver, do ponto de vista de não deixar cair as actividades desportivas. Partilho este prémio com todos os dirigentes que têm conseguido manter vivo o sistema desportivo e têm dado um sinal de esperança ao País.”

A acompanhar Manuel Queiroz na entrega do Troféu Prestígio Fernando Soromenho a José Manuel Constantino estiveram os vice-presidentes da Direcção do CNID, Mário Martins e Artur Madeira, curiosamente membros da Academia Olímpica de Portugal, para a qual foram eleitos há vários anos.

Registe-se ainda, a este propósito, que Mário Martins foi o autor do livro “30 Anos da Academia Olímpica de Portugal”, que veio a lume dois anos atrás.

© 2021 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.