Terça-feira 17 de Janeiro de 3133

Mariana Machado a coqueluche da equipa sub23 portuguesa para a medalha no europeu de crosse deste domingo

Atl-EuropeuCrosse-10-12-2021

FPA

Medalha de bronze no europeu de 2019, Mariana Machado – a estrela que continua a fazer brilhar a família e Portugal, depois de sua mãe, Albertina Machado, ter sido uma das melhores de sempre no meio fundo e fundo português dos anos oitenta e noventa – prepara-se para agarrar mais um top3 no europeu de Dublin, em sub23, que se efectua neste domingo.

A selecção nacional já se encontra na capital da Irlanda do Norte e conta com uma comitiva composta por 26 elementos.

Nesta prova e para além de Mariana, estará ainda Lia Lemos, reconhecendo-se que a primeira é apontada como uma das candidatas ao título, que terá pela frente, entre outras, a italiana Nadia Battocletti e a eslovena Klara Lukan que, em 2019, em Lisboa, ficaram à frente da portuguesa.

O título de favorita não intimida Mariana Machado que, antes de sair de Lisboa, referiu “estar feliz por poder representar mais uma vez a selecção nacional”, acrescentando que “sei que se der o meu melhor vou alcançar um bom resultado, por isso, é com esse pensamento que vou encarar esta competição, que terá um nível competitivo elevado. Apesar de estarem presentes atletas que participaram nos Jogos Olímpicos e de grande nível internacional, espero estar na luta para o pódio”.

A atleta antecipou como principal desafio o percurso exigente, com lama e com previsão de condições meteorológicas que apontam para frio e chuva. “Tendo em conta as minhas características, de atleta mais de pista, este vai ser o principal desafio, mas acredito que me posso adaptar bem ao percurso, que é igual para todas”.

Na prova de Sub20, estarão Camila Gomes (50ª em 2019) e pelas estreantes Ana Silva, Beatriz Fernandes e Rita Figueiredo (campeã nacional). Na prova masculina competem os gémeos João e Pedro Amaro – campeão e vice-campeão nacionais, respectivamente, com Jacinto Gaspar e Duarte Santos a estrearem-se.

Do lado masculino, Etson Barros, medalha de prata nos 3000 metros obstáculos em Tallin (Europeu Sub-20), e Isaac Nader, vencedor dos 1.500 metros na Superliga, na Polónia, são os nomes que se adivinham na frente da prova, com a formação portuguesa a integrar também Alexandre Figueiredo, Duarte Gomes, Miguel Moreira e Ruben Amaral.

Na prova sénior, destaque para o experiente Samuel Barata, que irá competir pela oitava vez nestes campeonatos (terceira como sénior) e que, na hora da partida, apontou igualmente a exigência do percurso, com lama, subidas e descidas, como o principal desafio. O atleta, que estará em prova com os portugueses Miguel Marques, Rui Teixeira e André Pereira, assumiu como objectivo fazer uma corrida equilibrada e superar o seu melhor resultado nesta competição, que foi um 20.º lugar, e “contribuir para o resultado colectivo”, tendo acrescentado que “Portugal tem uma boa equipa, homogénea, o que é bom porque se conseguirmos acabar muito juntos obteremos uma boa classificação colectiva, podendo superar expectativas”.

De salientar que Portugal não apresenta a equipa sénior feminina.

A competição pode ser acompanhada a partir das 13h10, na RTP2, sendo transmitida na íntegra em directo na página da European Athletics (https://european-athletics.com/live-stream).

Os resultados dos portugueses podem ser acompanhados no site e redes sociais da FPA.

© 3133 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.