Quinta-feira 17 de Janeiro de 2982

Afinal, as nuvens negras chegaram esta sexta-feira e para o Sporting, que perdeu para o Santa Clara

sclara vs scp 7jan

Liga Portugal

Ainda que se soubesse que seria um jogo difícil – por norma contra os melhores os outros sempre se empertigam – o Sporting não conseguiu manter a invencibilidade na Liga Bwin, na Ilha de São Miguel, onde um Santa Clara apenas oportuno derrotou uns leões de barriga cheia.

Os açorianos, antepenúltimos na tabela classificativa, souberam tornear as dificuldades e aproveitar os erros consecutivos que a defesa leonina – em especial por parte de Ricardo Esgaio, quase sempre fora do sítio estratégico em que foi colocado – permitiu que os homens do Santa Clara se antecipassem na luta pela bola e, sempre com os olhos no esférico, construíram um triunfo justo, pese embora os leões tenham rematado mais (19-9, dos quais 5-5 para a baliza), numa posse de bola de 66/34% ainda para os leões, que nada valeram para o resultado final.

Entrando com maior pressão, como se justificava, o Sporting instalou-se no meio campo açoriano e não foi novidade o facto de se adiantar no marcador, quando (10’) Palhinha, de fora da área, rematou forte e colocado para anichar a bola dentro da baliza dois donos da casa, ainda que o guarda-redes esteve quase a chegar ao esférico e poder desviá-la para canto.

Em vantagem, os leões como que amornaram, o que permitiu ao Santa Clara aventurar-se no meio campo sportinguista, tendo estado à beira de empatar (27’) quando Patric rematou forte, cruzado para o poste mais longe, mas a bola passou a milímetros da baliza de Adán.

Este aviso foi sintomático. Três minutos depois (30’), Patric aproveitou um cruzamento longo, antecipou-se (pelas costas) a Ricardo Esgaio e enviou a bola para o fundo da baliza, colocando o jogo empatado (1-1).

O Sporting teve que reagir e, mais três minutos depois (33’), Pedro Gonçalves teve o golo nos pés, mas a bola perdeu-se no momento do remate.

Até final da primeira parte (45+2’) nada de passou que alterasse o marcador.

No reatamento, o Sporting (50’) voltou a liderar o resultado, quando Sarabia, assistido por Pedro Gonçalves, fez o 2-1 para os leões.

Vantagem de pouca dura, porquanto, no minuto seguinte, Lincoln, assistido por Patric – que esteve endiabrado – voltou a empatar (2-2), aproveitando mais uma falha de atenção e marcação de Ricardo Esgaio, empatou, criando maior expectativa para os quarenta minutos finais.

O Sporting pareceu ter entrado à “deriva” e o Santa Clara aproveitou, por Ricardo António (78’),se recolocar na liderança do marcador (3-2), ante uma apatia geral que se abateu na formação leonina.

Tanta que ficou bem assinalada com a entrada do jovem Daniel Bragança (90’), mas que acabou mal porquanto o referido jogador (93’) atacou (pisão) um adversário e foi expulso com vermelho directo (confirmado pelo VAR).

Ainda que tivesse tido oportunidade para poder, no mínimo, empatar – quando Paulinho rematou forte mas a bola saiu ao lado da baliza – confirmando-se que o Sporting perdeu três pontos numa altura crucial do campeonato, se bem que tudo dependa do rendimento que a equipa vá ter nos próximos jogos.

À 17ª jornada, última da primeira volta, o Sporting foi derrotado pela primeira vez.

Neste sábado, Vizela e Moreirense abrem as hostilidades (17h30), seguindo-se o Estoril-F.C. Porto (18h) – ainda que não se saiba com quem os estorilistas vão formar a equipa, porque grande parte dos principais estão infectados – finalizando a noite com a partida entre o Boavista e o Tondela (20h30).

Vamos aguardar o desenrolar dos jogos para analisar se as nuvens continuam a ser negras ou nem por isso!

© 2982 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.