Sábado 21 de Maio de 2022

APD do Porto sagrou-se Campeão Nacional de Andebol em Cadeira de Rodas

Andebol-CadeiraRodas-01-05-2022A equipa do norte do país conquistou o título de campeão nacional de Andebol em Cadeira de Rodas ao vencerem a APD Leiria, partida disputada em dois sets.

A APD do Porto venceu as duas partes, a primeira por 8-6 e a segunda por 9-6.

A medalha de bronze foi conquistada pelo IFC Torrense, que derrotou o Clube Naval Setubalense também por 2-0, com os parciais de 8-6 e 9-6, com a sorte do jogo – que já tinha sido terceiro lugar, no fim de semana passado, na vertente de ACR4.

Até à igualdade a dois golos, altura em que o Torrense disparou no marcador, chegando aos dois golos à maior, acabando por vencer o primeiro set por 6-10. No segundo set, o IFC Torrense acabou por se manter no comando e averbou nova vitória, ficando assim com o bronze da competição.

Na final, a APD Porto entrou a marcar e garantiu o primeiro set por 6-8. No segundo tempo, seguiram superiores e, sagraram-se Campeões, ao vencerem o segundo set por 6-9.

Faleceu jogador Cândido Delgado Coelho

A Federação de Andebol de Portugal manifestou, no site na internet, o mais profundo pesar pelo falecimento de Cândido Coelho, aos 43 anos de idade.

Cândido Coelho era atleta da APD Leiria e guarda-redes da Seleção Nacional de Andebol em Cadeira de Rodas.

À família e amigos, a Federação de Andebol de Portugal expressa as mais sentidas e profundas condolências.

A Federação de Andebol de Portugal deliberou promover um minuto de silêncio em todos os jogos/competições da responsabilidade e competência da Federação e Associações Regionais a realizar de dia 01 a 08 de Maio de 2022.

Federação de Andebol de Portugal celebra 83 anos desde a sua fundação

Em 1939, um conjunto de entusiastas da modalidade constituiu a instituição que é hoje a Federação de Andebol de Portugal (FAP).

Ao longo destes 83 anos houve certamente altos e baixos, momentos de exaltação e de tristeza, vitórias e derrotas, mas foi sempre um percurso, um caminho que nos deve orgulhar a todos. Somos hoje o somatório de todas essas experiências, somos a herança das pessoas que fizeram o andebol nas últimas oito décadas, e que nos deixaram uma responsabilidade acrescida para cumprir e fazer o que ainda não foi feito.

Este último ano foi também de desafios e de grandes emoções. Desde logo o desafio da pandemia, que todos juntos fomos capazes de ultrapassar, com o menor impacto possível, mas também de exaltação da modalidade, com a participação do Andebol nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

O Desporto deve ser um espaço de partilha de experiências e de concórdia, de aprendizagem e de crescimento, como nos dita o espírito olímpico. E é essa bandeira que todos os dias erguemos.

Neste dia de aniversário da Federação de Andebol de Portugal, quero agradecer a todos os que ao longo da nossa história contribuíram para o que é hoje o nosso andebol. Um agradecimento especial para todos os atuais atletas, treinadores, árbitros, dirigentes, Clubes, Associações Regionais e de Classe e funcionários da Federação, que constituem a enorme família do Andebol.

 

© 2022 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.