Segunda-feira 09 de Maio de 1334

Portugal na Polónia para o mundial de Estafetas em Atletismo

FPA

FPA

A competição Mundial de Estafetas está de regresso, pela primeira vez em solo europeu.

Depois de três anos consecutivos em Nassau, nas Bahamas (2014, 2015 e 2017) e de uma edição em Yokohama, no Japão (2019), a prova rumou à Silesia (Polónia), desenrolando-se no estádio que receberá o Campeonato da Europa de Equipas (Nações) – Super Liga, no final do mês de Maio.

No regresso de Portugal a esta competição – que se realizará nestes sábado e domingo – depois de uma primeira e única presença em 2015, com um quarteto que participou na estafeta de 4×100 metros, composto por Diogo Antunes (que está de regresso à competição), Francis Obikwelu, David Lima e Yazaldes Nascimento, tendo sido 7º classificado na primeira eliminatória (16º no total das equipas), registando o tempo de 39,42 segundos, então a melhor marca do ano.

Este ano, Portugal marcará presença em quatro das provas do programa: repete a presença na estafeta de 4×100, estreia-se nos 4×200 metros em masculinos, e numa aposta forte na estafeta mista de 4×400 metros (perto da qualificação olímpica) e uma estreia na estafeta 2x2x400 metros.

Para o seleccionador, João Abrantes “a equipa de 4×400 metros é muito forte, considerando a nossa realidade. Temos os dois recordistas de Portugal dos 400 metros, Cátia Azevedo e Ricardo dos Santos, e ainda a Vera Barbosa, que é a recordista de Portugal dos 400 metros barreiras, e Dorothé Évora; e no lado masculino Mauro Pereira e João Coelho, que acabaram de abrir a época com dois recordes pessoais. Os atletas prepararam-se especificamente para esta prova e estou esperançado que estejam os quatro ao seu melhor nível e que façam um grande resultado, que nos permita ir aos Jogos Olímpicos”.

FPA

FPA

Este World Athletics Relays (um “mundial” oficioso de estafetas) é de extrema importância para as qualificações directas para as grandes competições. Para os próximos Jogos de Tóquio 2020, classificam-se directamente as primeiras oito equipas, sendo que, no caso de já constarem na lista das apuradas directamente através dos Mundiais de Doha 2019, poderão entrar as equipas seguintes de acordo com a classificação nos World Rankings.

Já para os Campeonatos do Mundo de Oregon 2022, serão automaticamente apuradas as primeiras 10 equipas (12 no caso da estafeta mista de 4×400 metros).

A competição tem uma página oficial (https://www.worldathletics.org/competitions/world-athleticsrelays/silesia21), onde estarão todos os detalhes, inclusive como acompanhar a prova, em live stream (https://www.youtube.com/c/WorldAthletics/featured) e live results

(https://www.worldathletics.org/competitions/world-athletics-relays/silesia21/timetable).

As equipas portuguesas entram em acção no primeiro dia (este sábado, 1 de Maio), às 19h39 (4×100 metros masculinos, eliminatórias), às 20h06 (equipa mista 2x2x400 metros, a final) e às 20h20 (eliminatórias da equipa mista de 4×400 metros).

As finais das provas em que alinham os atletas portugueses serão no segundo dia (domingo, 2 de Maio), às 18h20 (4×400 metros, equipa mista), às 18h35 (4×100 metros masculinos), sendo que os velocistas portugueses terão ainda uma participação às 19h13 minutos na prova de 4×200 metros.

Esta prova, de 4×200 metros, tem uma melhor marca nacional de sempre – 1m24s20’’ -, obtida em Lisboa, a 10 de maio de 2003, por um quarteto do Sporting que integrava os velocistas Ricardo Alves, Francis Obikwelu, Vitor Jorge e Carlos Calado.

 

Equipa de Marcha para o europeu de nações

 

A Federação Portuguesa de Atletismo deu também conhecimento que, sob proposta do departamento técnico, divulgou os atletas que representarão Portugal no Campeonato da Europa de Equipas em Marcha Atlética (antiga Taça da Europa), agendada para dia 16 de Maio, em Podebrady (República Checa).

Esta é uma competição em que Portugal já conquistou um título colectivo (20 km feminino), em 2005, em Mikolsc (Hungria), que registou o segundo lugar individual de Susana Feitor, na sua melhor classificação de sempre na competição, um feito igualado por Ana Cabecinha, em 2017, precisamente em Podebrady, onde se realizará a edição de 2021.

Uma nota para os convocados João Vieira (50 km), que tem 13 presenças (12 em 20 km, 1 em 50 km) nesta competição, e Inês Henriques, que soma 12 presenças (11 em 20 km e 1 em 50 km).

Os atletas convocados são os seguintes:

Femininos

20 km – Ana Cabecinha e Maria Bernardo (CO Pechão) , treinadas por Paulo Murta; 35 km – Inês Henriques (CN Rio Maior), orientada por Jorge Miguel; 10 km sub‐20 Adriana Viveiros (ADR Água de Pena), com o técnico Manuel Almeida; Inês Mendes (CN Rio Maior), orientada por Jorge Miguel ; Bruna Marques (J. Vidigalense), com o técnico Manuel António Silva

Masculinos

50 km João Vieira (Sporting CP), treinado por Vera Santos; Rui Coelho (CA Seia), com o técnico João Garcia Gomes; Hélder Santos (Leiria MA), orientado por Carlos Carmino; 10 km sub‐20 Pedro Dias (CO Pechão), coordenado por Paulo Murta.

© 1334 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.