Quinta-feira 24 de Setembro de 4476

Benfica subiu à liderança após vencer um Tondela que não facilitou na Liga Bwin

slb vs tondela_0003

Fernando Correia / CN

Vencendo o Tondela, na Luz, o Benfica assumiu a liderança da Liga Bwin não sem que tivesse tido alguns “calafrios” ao longo dos noventa minutos de jogo, deixando Sporting, F. C. Porto e Estoril a dois pontos.

Ainda que tivesse dominado toda a partida, nem por isso o Benfica conseguiu uma estabilidade que lhe permitisse que “passeasse” a sua classe pelo relvado reluzente, até porque foram os visitantes a abrir o activo (22’), quando Salvador Agra não se fez rogado e chegou ao 1-0 na sequência de uma jogada que se isolou pela direita da grande área benfiquista, de onde rematou, forte e cruzado, para o poste mais longe, com Odisseyas a não conseguir chegar à bola, apesar de se ter estirado todo rente ao relvado.

Enquanto o Benfica chegou a um 76/24% de posse de bola, tendo rematado por vinte vezes contra três, das quais 8-2 para a baliza, a verdade é que os tondelenses preferiam jogar mais retraídos, dentro do seu meio campo, o que acabou por não ser boa opção.

Isto porque não conseguiram (71’) que Rafa tivesse chegado ao empate, depois de surgir na pequena área completamente isolado frente ao guardião visitante, tendo Gilberto (88’) chegado ao triunfo depois de um golo marcado já em fase de um clima bem “quente” dentro do estádio.

Noutra partida em que se incluíram mais dois grandes (Braga e Guimarães), o nulo final (0-0) resulta de uma falta de ineficácia, em especial, dos bracarenses que, dominando o jogo, não foram além de um empate caseiro.

Com uma posse de bola de 61/39%, que resultou em 20-11 em termos de remates, dos quais 6-2 para a baliza, o Braga não logrou ultrapassar este obstáculo “interno” e a divisão de pontos foi o ponto final.

O Santa Clara venceu (1-0) o Gil Vicente, num encontro em que o domínio territorial foi dos visitantes (69/31%), pese embora os açorianos tivessem estado na mó de cima na questão dos remates (10-6, dos quais 4-2 para a baliza), tendo o golo solitário sido marcado por Rui Costa (12’).

Por último, o Paços de Ferreira foi até Portimão para regressar a casa com os três pontos do triunfo, ao derrotar os algarvios por 1-0, com um golo obtido por Tanque (45+1’), depois do Portimonense ter dominado em tudo: 60/40% na posse de bola, 18-6 em remates e 5-2 para a baliza.

Posto isto, concluiu-se a ronda número quatro da Liga Bwin,

O líder passou a ser o Benfica, com 12 pontos, seguindo-se o Sporting, F. C. Porto e Estoril (10); Braga e Boavista (7); Gil Vicente, Portimonense e Paços de Ferreira (6); Guimarães (5); Vizela, Marítimo e Santa Clara (4); Tondela, Arouca e Tondela (3); Moreirense (2), Famalicão e Belenenses SAD (1).

Nos melhores marcadores, Toni Martinez (FC Porto) e Pote (Sporting), somam 3 golos; à frente de mais 14 jogadores, todos com apenas 2.

Com a primeira paragem “técnica” pela activação dos jogos das selecções A e sub21, a Liga Bwin só regressa a partir do dia 10 de Setembro.

© 4477 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.