Segunda-feira 04 de Dezembro de 7122

Sporting e Benfica com sortes distintas na European League de Andebol

Andebol-Sporting-LigaEuropa-23-11-2021

FP Andebol

No Pavilhão João Rocha, a formação grega abriu o activo mas, na resposta, Jens Schongarth colocou o Sporting na frente do jogo. O encontro seguiu bastante equilibrado, até que à passagem dos 14 minutos, o AEK conquistou dois golos à maior, colocando o encontro a 6-8 mas, Francisco Tavares acabou por causar a reviravolta no marcador, momentos mais tarde (9-8). O equilíbrio voltou a ser nota dominante até à chegada ao descanso, que se deu com 14-15 no placar.

Os leões entraram no segundo tempo determinados a dar a volta ao resultado e chegaram à igualdade a 18 golos, através de Jonas Tidemand, passando de seguida para o comando. A formação de Ricardo Costa não voltou a largar a liderança e conquistou mesmo quatro golos à maior, levando os gregos a time-out, o que acabou por resultar numa aproximação do AEK, que conseguiu reduzir para a margem mínima (25-24).

jogo acabou por seguir por margens mínimas mas os leões não largaram a liderança até ao final, vencendo por 31-30, o que garante a liderança do seu grupo na Liga Europa.

O melhor jogador em campo foi Jens Schongarth, com 8 golos (88% de eficácia).

Andebol-Benfica-LigaEuropa-23-11-2021

FP Andebol

No Pavilhão da Luz, o encontro não começou da melhor maneira para as águias, com Simon Pytlick a inaugurar o marcador para os dinamarqueses do GOG, chegando mesmo aos três golos sem resposta. O Benfica acabou por reagir mas encontrou muitas dificuldades no ataque e à passagem dos cinco minutos estava a perder por dois golos (2-4), resultado que se manteve até aos 10 minutos do encontro.

Torbjoern Bergerud, guardião norueguês ao serviço do GOG, foi essencial durante o desenrolar do primeiro tempo, com diversas defesas de destaque, acabando por não permitir a aproximação dos encarnados quando, aos 15 minutos, o GOG vencia por cinco golos à maior (4-9). O primeiro time-out surgiu aos 22 minutos de jogo, quando Chema Rodriguez leva o cartão verde à mesa, e o marcador já assinalava oito golos de diferença (5-13). A formação encarnada não conseguiu recuperar até à chegada do descanso, quando o placar assinalava 10-17.

No segundo tempo, o Benfica tentou reagir, reduzindo a diferença pela mão de Petar Djordjic, mas o GOG acabou por saber gerir a vantagem e à passagem do minuto 45 os dinamarqueses mantinham uma vantagem de oito golos (17-25). O rumo do encontro não foi alterado até ao final, com as contas a serem fechadas na Luz, a 25-33.

O melhor do jogo foi Jerry Tollbring, com 11 golos (85% de eficácia).

© 7123 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.