Sábado 21 de Maio de 2022

“É nossa missão aproximar-nos da realidade de cada atleta”

COP-CAO-DianaGomes-05-05-2022

Comité Olimpico Portugal (CAO e AOP)

A Comissão Diretiva da Comissão de Atletas Olímpicos (CAO) tomou posse e a nova equipa presidida por Diana Gomes tem nas carreiras duais e na preparação do percurso profissional pós-carreira desportiva os principais tópicos da agenda para o mandato 2022-2025.

“É nossa missão aproximar-nos da realidade de cada atleta”, sublinhou Diana Gomes no discurso de posse, na sede do Comité Olímpico de Portugal (COP), esclarecendo que os programas de literacia financeira para atletas e mentoria continuam a ser prioritários na ação futura da CAO, segundo a nota veiculada pelo Comité Olímpico de Portugal

“Aqui, os atletas olímpicos têm um lugar onde se podem sentir em casa”, disse a nova presidente da CAO, deixando uma mensagem de esperança: “O desporto tem o poder da união”, e será com ela que “chegaremos a bom porto.”

Fazem parte da Comissão Diretiva da CAO liderada por Diana Gomes (Natação) o vice-presidente Alexis Santos (Natação); o secretário-geral José Costa (Vela); e os vogais Catarina Costa (Judo), João Silva (Triatlo), David Rosa (Ciclismo), Cátia Azevedo (Atletismo), Emanuel Silva (Canoagem) e Marta Pen (Atletismo).

O presidente cessante da CAO, João Rodrigues, fez o balanço do seu mandato, reafirmando que “A Carta do Atleta, a Declaração dos Direitos e Responsabilidade dos Atletas e a integração da CAO nas missões organizadas pelo COP a partir dos Jogos do Mediterrâneo Tarragona 2018 foram considerados marcantes no mandato da anterior Comissão Diretiva, mas que também falhámos”, porquanto “queríamos ter maior proximidade com os atletas”, ressalvando que, ainda assim, foram dados passos importantes nesse sentido.

O presidente do COP, José Manuel Constantino, que fez a confirmação do ato de posse, elogiou a capacidade evidenciada pela CAO na prossecução da sua agenda, porque entende que “nunca baixou a bandeira da carreira dual e da conciliação dos estudos com a carreira desportiva.”

José Manuel Constantino reforçou a ideia de que a concretização de uma carreira académica é importante para os atletas, por dar “um ganho de adaptabilidade que ajuda muito” no início de um percurso profissional no pós-carreira desportiva. O presidente do COP sublinhou o mérito do trabalho da CAO, reconhecido internacionalmente pelo Comité Olímpico Internacional, que tem chamado os seus dirigentes para intervirem em ações de formação para atletas, e também internamente, com a representação no Conselho Nacional do Desporto.

A finalizar a cerimónia da tomada de posse da CAO, Carlos Pereira, representante do Instituto Português do Desporto e Juventude, defendeu que “os atletas olímpicos podem ter um papel importante para o desenvolvimento do desporto português”, tendo realçado o facto de a CAO passar a ser presidido por Diana Gomes. “As mulheres podem ter um papel decisivo no alargamento da prática desportiva”, concluiu.

 

 

© 2022 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.