Segunda-feira 22 de Julho de 2024

Lançamentos em destaque nos campeonatos de Portugal de Atletismo

Atl-Campeonato-IIrina-29-06-2024 Os lançadores estiveram em destaque porque obtiveram as melhores marcas nos Campeonatos de Portugal, cuja 109ª edição se iniciou neste sábado, na pista do Estádio Municipal de Coimbra, numa organização da Federação Portuguesa de Atletismo, com o apoio da Associação de Atletismo de Coimbra e da Câmara Municipal de Coimbra.

O melhor resultado foi obtido por Tsanko Arnaudov (Torreense), no lançamento do peso, quando chegou aos 20,79 metros, igualando o recorde dos Campeonatos, respondendo com esta marca, uma semana depois de ter lançado 20,81 metros em Braga. Foi o nono título de campeão de Portugal de Tsanko Arnaudov. Francisco Belo (Benfica) foi segundo com 20,14 metros).

Logo depois distinguiu-se Leandro Ramos (Benfica), no lançamento do dardo, com 83,10 metros, recorde dos Campeonatos, que é também a sua segunda melhora marca de sempre. Foi o quinto título consecutivo do benfiquista.

Atl-CampePortug-Leandro_Ramos-29-06-2024Seguem-se as marcas do lançamento do disco feminino: as duas primeiras, Liliana Cá (Sporting) e Irina Rodrigues (Individual) lançaram a 63,22 metros (!), com Liliana a vencer graças a uma segunda melhor marca (62,47m) que Irina (62,35 m).

Só depois começam a surgir as marcas das corridas, com os 400 metros masculinos em destaque. Num alinhamento que incluía os melhores portugueses, que estiveram em destaque nos Europeus, nos 4×400 metros barreiras, sextos classificados, com dois recordes de Portugal, Omar Elkhatib (Sporting) revalidou o título, com 45,86 segundos, à frente do colega de equipa João Coelho (46,11) e do benfiquista Ericsson Tavares (47,20).

Nos 1500 metros, Isaac Nader (Benfica) obteve o seu quinto título, com 3m39s04”, à frente de José Carlos Pinto (Benfica), com 3.39,56, e de Nuno Pereira (Sporting), com 3.41,84.

Lorene Bazolo (Sporting) obteve o seu nono título na distância (tem mais seis nos 200 metros e um em 4×100 metros), com a marca de 11,40 segundos (100 metros) deixando para trás as benfiquistas Íris Silva (11,83) e Catarina Lourenço (11,85).

Atl-CampeonatoPortugal--29-06-2024No salto em comprimento, Gerson Baldé (Benfica), venceu com 7,84 metros (segundo título do atleta), e no salto com vara, o seu colega de equipa, Pedro Buaró, obteve o terceiro título, agora com 5,40 metros.

Nos 3000 metros obstáculos, com Etson Barros (Benfica), a triunfar em 8m39s66”, num “sprint” com Lourenço Rodrigues (J. Ilha Verde), que correu em 8.39,70, enquanto o terceiro, Leandro Monteiro (Sporting), bateu o seu recorde pessoal com 8.46,48; e nos 100 metros masculinos, com Delvis Santos (Sporting) a obter o seu primeiro título no hectómetros (10,42 s), com a mesma marca do seu colega de equipa Carlos Nascimento, segundo classificado, enquanto o terceiro classificado foi André Prazeres (Benfica), que cortou a meta em 10,50 segundos (mas que conseguiu correr em 10,32 segundos na meia-final, melhor marca portuguesa do ano).

Um momento histórico surgiu nos 10000 metros marcha, com triunfo do jovem Tiago Ramos (Sporting), em 40m41s93”, um recorde pessoal, melhor marca portuguesa do ano, e que o deixa como quarto português de sempre! Ainda no ano passado, o jovem algarvio tinha como melhor 42.25,93! No segundo lugar, o “crónico” campeão, João Vieira, que fechou em 41.59,28.

Depois s provas femininas. Nos 3000 metros obstáculos, Laura Taborda (Sporting) obteve o seu segundo título, em 10m00s73”, numa prova em que a quarta classificada, Stela Fernandes (Gira Sol), obteve marca de qualificação para os Mundiais Sub20 (10.37,26); no salto em comprimento, Evelise Veiga (Sporting), chegou aos 6,42 metros no último ensaio para garantir o seu oitavo título (derrotou a jovem Tatiana Pereira, do Benfica, que saltou 6,22 metros); nos 400 metros, Cátia Azevedo (Sporting), não perdeu a oportunidade de obter o seu 10º título (correu em 53,16 segundos, à frente das colegas de equipa Sofia Lavreshina (54,29) e Carina Vanessa (54,54); nos 1500 metros, Patrícia Silva (Sporting), triunfou em 4m22s90”; e Mariana Pestana (Estreito) obteve o seu segundo título ao alcançar os 58,48 metros no lançamento do martelo. Nos 10000 metros marcha, um pódio do Benfica, com triunfo de Vitória Oliveira (44.35,79), à frente de Inês Mendes (47.33,08) e Bruna Marques (48.19,09).

Nas provas de estafeta, 4×100 metros, o Sporting triunfou em masculinos (41,67 segundos) e em femininos (46,05 segundos).

A meio da competição, Edgar Campré (Benfica), o segundo atleta português de sempre a somar 8000 pontos, segue na liderança do decatlo com 4033pontos; enquanto na prova feminina, Jessica Barreira (Sporting) está a fazer um excelente heptatlo, melhorando as suas marcas nos 100 metros barreiras (13,54 s), na altura (1,67m), com recorde pessoal no peso (14,65m) e com 24,99 segundos aos 200 metros. Soma já 3587 pontos e no segundo dia tem como prova mais forte o lançamento do dardo.

No desporto adaptado não se registaram grandes surpresas, com os favoritos a conseguirem triunfar, à exceção do salto em comprimento (T20), em que Tiago Ramos (Gira Sol), com 6,01 metros, derrotou Lenine Cunha (Oliveira do Douro).

Depois, no peso, vitórias de Miguel Monteiro (F40), Duarte Borges (F37), Leonildo Carvalho (F11), Igor Raeshvi (F53), Marta Conceição (F46) e Elisabete Gouveia (F34); em cadeiras de rodas, triunfos em 100 e 200 metros de Mamudo Balde (T54), Hélder Mestre (T51) e André Sobreiro (T53); nos 100 metros, Sara Araújo (T12), Tatiana Couto (T20), Igor Oliveira (T20) e José Costa (T64); nos 400 metros, Lucas Pinheiro (T57), Carolina Duarte (T13) e Carina Paim (T20); no salto em comprimento, Ana Filipe (T20); e nos 1500 metros, Sandro Baessa (T20) e Ruben Monteiro (T38).

Entretanto, a recordista de Portugal do lançamento do disco, Irina Rodrigues, voltou a participar e a dominar no Meeting Internacional de Lançamentos de Leiria, prova que está a decorrer no Estádio Municipal e no Centro Nacional de Lançamentos, hoje e amanhã. Este Meeting faz parte do Circuito de Meetings de Portugal’2024.

Irina Rodrigues venceu com a marca de 63,11 metros, sendo a única vitória portuguesa na competição, nos grupos de elite, das diversas provas.

Depois, destaque-se os triunfos de Daniel Jasinski (ALE), no disco, com 63,28 m, ficando na quarta posição Edujose Lima, com 59,71 m; Humberto Mansilla (Chile), vencedor no martelo, com 74,40 metros, enquanto Ruben Antunes foi terceiro com 68,54 metros.

Fotos: FPA / Luís Barreto e Marcelino Almeida

 

© 2024 Jogada do Mes. Todos os direitos reservados. XHTML / CSS Valid.